O que odeio sobre o namoro

Eu virei oque eu sempre odiei

2020.11.19 01:20 prietoeu Eu virei oque eu sempre odiei

tl;dr
Eu me achava um cara feliz, 23 anos nas costas, trabalhava, me motivava e me cobrava mt a melhorar em tudo oque queria pra mim, academia e a 2 exatos anos eu comecei meu namoro. A menina era simplesmente perfeita para tudo que eu sempre quis mas eu sempre tive uma pulga atrás da orelha de não merecer ser feliz por traumas do meu primeiro relacionamento abusivo e de tudo que já me aconteceu nessa vida, além de achar o pq alguém como ela estaria com alguém como eu. Até que mais ou menos no meio do ano passado ocorreram algumas mudanças na empresa e eu não consegui me adaptar aos novos métodos do novo chefe (que era super desorganizado), aconteceu que do nada tudo foi por água a baixo, todo o respeito, influência e o personagem que eu tinha lá dentro escorreram em menos de 2 meses com erros tanto meus como do resto da equipe mas que caíram sobre mim. Isso me afetou muito, o cara que eu era, confiante e tal se perdeu e fiquei uma pessoa mt cabisbaixa e depressiva, reprovei na faculdade e tudo mais, só no aguardo de me demitirem. Então, uma fagulha de egocentrismo e imaturidade me deu na cabeça de que eu, aquela pessoa tão foda que eu conhecia, não podia ser a razão de tudo isso, que talvez era algo que tinha em mim que já me incomodava e acreditei ser o meu namoro. Isso foi sendo alimentado com meses passando e no começo desse ano, durante a quarentena eu acabei traindo minha namorada falando pelo whats com uma menina. Sabe aquilo do Zóio que todo mundo falou? Eu fiz a mesma coisa, tinha duas namoradas só que uma real e outra web A consciência bateu uma hora e tentei consertar, falei que queria terminar mas na hora h eu dei pra trás porque na minha cabeça "pq eu vou terminar algo que é tão bom, uma relação que realmente não tinha negativos" (acho que parece clichê o ex falando isso mas realmente, nunca brigamos, nós nós demos super bem desde o primeiro dia e desde que nos vimos a primeira vez teve amor, ela era oque eu reconheço hj como amor da minha vida) e me apliquei a ficar com ela por um tempo. Uma hr, como toda pessoa, a merda explodiu e ela soube, me ligou e fui um escroto. Ela deve ter sofrido mt
O resumo de tudo é que isso tem 6 meses já, já ouvi de tudo dos meus amigos, que é carência, que é querer atenção, que é querer replay mas eu não tiro ela da minha cabeça. Eu tentei seguir em frente, arranjar outras pessoas e em todas as vezes que cheguei a sair com qualquer menina, eu não conseguia beijar. Desde que eu a conheci eu NUNCA beijei outra menina, NUNCA MESMO. Eu me percebi que em diversos aspectos o cara que eu achava ser, aquela imagem do popular, líder do grupo de amigos e o cara legal que tinha, por trás eu só era um mlk depressivo e autodestrutivo. Eu tentei diversas vezes contato com ela de novo, com medo até de parecer um perturbado doente e fiz o clichezasso de implorar pra voltar. Mas pq ela voltaria? Eu fiz com ela exatamente oque minha ex fez comigo, oque meu pai fez com a minha mãe. Eu acho que aprendi com meu erro, percebi que ela era sim o amor da minha vida e deixei passar da pior forma possível Ela me odeia tanto quanto me odeio agora, isso me dói demais, hoje eu mandei um Oi pq realmente precisava de alguém pra desabafar, dizer pra ela que tô tentando como ela me disse pra fazer mas eu só estou fazendo pq sinto que deveria, não pq é oque quero. Ela não respondeu e postou no tt uma frase com raiva que era óbvio pra mim
A sociedade é rápida pra dizer que talarico tem que se foder mas dificilmente as pessoas se aprofundam na raiz do problema, eu fui errado e me arrependo todos os dias até perceber que não preciso mais Meu medo é me matar uma hora nesse peso e dizerem que "se matou por causa de mulher" sendo que na verdade foi um "se matou pq se arrependeu de cada decisão errada"
Podem julgar, eu entendo se vc teve o desprazer de ler essa minha história podre
submitted by prietoeu to desabafos [link] [comments]


2020.11.17 00:43 NomadicColony241 Surtos

É só um desabafo... Pq não contar pra internet ao invés de ir num psicólogo?
Tá... Eu definitivamente não estou bem, trabalho, relacionamento, familia, faculdade, NADA está dando certo. No meio da pandemia, eu consegui a proeza de arranjar um trabalho, no começo foi um alívio, em casa não aguentava mais, não aguentava minha família, não aguentava ser o único vadio, irmã estudando em ano de vestibular, pai e mãe trabalhando 24h por dia e a pressão em cima de mim pra estudar, arranjar um emprego, arrumar a casa (já que eu era o único com "tempo livre" que eu dedicava a me distrair pra não surtar), "ain mas na sua idade eu e seu pai já estávamos casados e já estávamos rumando a vida pra morar sozinhos, mas vc fica aí jogando videogame o dia todo não quer nem trabalhar, e blá blá bla", Mano, eu fazia entrevista pelo menos duas vezes na semana EM PLENA PANDEMIA, e finalmente consegui o trabalho, ledo engano meu achando q isso ia resolver meus problemas, dinheiro pra faculdade okay, sair de casa pra não ter q discutir com meus pais quase todo dia Okay, rumo a minha "independência" financeira okay, tenho um acordo com meu Pai de namorar somente quando eu estivesse trabalhando até pq ele não ia sustentar meus rolês com a mina e tals, Okay, aparentemente a maioria da coisas estavam seguindo pra ser favoráveis pra mim, até q começamos a descer uma queda sem fim na montanha russa, sobre a faculdade, NÃO AGUENTO MAIS EAD, eu não tenho disciplina, tô levando com a barriga além de no meio de tanta merda é mais uma coisa pra ter q me preocupar, e isso não é prioridade pra mim agora (isso seria assunto pra um outro desabafo), sobre as discussões, diminuíram, mas agora q eu consegui o trabalho o esquema é "Tá agora q vc tá trabalhando é mais fácil de arranjar coisa melhor, teu tio trabalha no banco vou falar com ele pra te por lá dentro", Eu ODEIO matemática financeira, por mais q eu esteja fazendo Engenharia, e isso é relativamente Comum (um engenheiro estar na área financeira) eu quero ir pra área da química, e eu estou trabalhando aonde? Numa industria Química, eu tô trabalhando onde eu quero estar, mas não aonde eles querem que eu esteja, e por isso rolão discussões sobre isso, "teu tio te deu todo o material pra fazer o CPA20 com isso vc entra no banco ganhando no mínimo R$3.500", EU NÃO ESTOU TRABALHANDO PRA SER RICO EU QUERO SER FELIZ, TO TRABALHANDO NUM LUGAR Q EU GOSTO, NA ÁREA Q EU QUERO, o q eu ganho eu posso pagar minha faculdade e ainda sobra pra mim, (eu tbm n vou falar sobre namoro pq isso seria pra outro post), voltando ao trabalho... No segundo dia de trabalho eu já estava independente, me passaram tudo no primeiro dia e tacaram um "agora te vira nego" e obviamente pela falta de experiência, e prática (estava a quase dois anos parado desde o último trabalho), eu errei e muito, apanhei até aprender como fazer, mas erros não saem gratuitos, minha chefe é bem compreensível, ela entendeu q eu ainda estava aprendendo e pegando o ritmo, mas os colegas de trabalho olham com um olhar mortal a cada erro, já que eram eles quem arrumavam os meus erros, meu horário de trabalho é das 8:00 às 18:00 no começo eu ficava até 19-20h pra dar conta de tudo além de tentar fazer tudo certo além de ter que estudar, ouvir seus pais cuidando da sua vida, dar suporte pra minha amiga q tá depressiva, anêmica, com síndrome do Pânico tomando remédio tarja preta, e superando a morte da mãe, e mais uma caralhada de problemas, e vc é uma das únicas pessoas que ela pode contar pq nem a família dela da suporte pra ela, e ter q lidar com mais um monte de merda sem perder a compostura, minha vontade é de sumir, pegar uma passagem ir pra algum lugar aleatório e começar de novo, isso quando não vem coisa pior...
submitted by NomadicColony241 to desabafos [link] [comments]


2020.11.08 04:56 fernando_henriq não sei como tocar a vida

olá amigos estou completamente perdido tenho 20 anos e tudo que eu almejo sempre acaba em fracasso ou eu sendo completamente horrivel, tentei ser jogador de futebol que sempre foi meu sonho porém desde o 15 eu lido com diversos problemas musculares e eu me tornei mt sedentario devido depressão etc nunca tive um namoro certo e bom, todo duravam 1 mes e as garotas hj em dia estão com caras melhores e mais bonitos que eu, eu tenho rancor e um ódio extremamente profundo sobre mim, comecei a tentar ser streamer porém devido a eu ser horrivel em todos os jogos que eu jogo eu não consigo ter carisma nenhum, nunca passei em vestibulares de faculdades públicas boas. Eu me odeio de um forma absurda e não sei mais me encontrar na vida a não ser ser uk cara solitario e rancoroso
submitted by fernando_henriq to desabafos [link] [comments]


2020.11.05 17:41 Kashiiirou Estou totalmente desanimado pra tudo

Eu não tenho forças pra fazer mais nada, por mim eu ficava o dia todo trancado no quarto e saia pra comer dia sim dia não, mas eu não posso,eu me sinto forçado a fazer tudo, faço porque tenho que fazer e é "minha obrigação" eu me sinto apenas um cadaver sem alma andando todo dia o mesmo caminho e frequentando os mesmos lugares, tenho que ir pra escola, aturar todos aqueles desgraçados todos os dias e pra piorar tem um "grupinho" que fica conversando a aula toda e umas meninas que ficam me enchendo o saco, e isso tá me matando porque fico estressado muito fácil mas acabo não falando nada.
Depois ainda tenho que ir para as aulas de esgrima 4x por semana logo que saio da escola, e não tenho forças pra continuar fazendo isso, eu não sinto nada além de tristeza, desanimo e um vazio enorme, chego lá e faço as aulas super cansado e desanimado mas não posso demonstrar isso
Nós sábados eu tenho encontro de escoteiros, onde temos que correr muito e isso me cansa pra caralho, eu saio de lá sem nem sentir meu corpo, é como se minha cabeça tivesse em outro mundo e nem percebo oque estou fazendo, só "volto a consciência" quando chego em casa.
Sou muito antissocial e tímido, eu já passei mal na hora de apresentar um trabalho pra sala (só pra pessoas da minha sala) e tenho uma seria dificuldade em falar com desconhecidos eu fico tremendo e me sentindo meio mal, só fico mais tranquilo quando minha namorada ou um amigo próximo está comigo
Eu tbm tenho uma enorme insegurança sobre minha vida e aparência, eu sou burro pra porra e não entendo as matérias, eu tento estudar e não consigo, não consigo me concentrar nas aulas ou em estudar em casa 5 minutos parecem horas estudando e do jeito que tá eu nos vou a lugar nem um, eu pensava em largar o esgrima e aprender a tocar algum instrumento (bateria ou guitarra) pra tentar ganhar dinheiro com música, mas descobri que até pra isso preciso estudar outras matérias, sou feio de corpo inteiro, a única coisa que salva minimamente é meu cabelo que se eu colocar na frente do rosto eu fico menos feio até sem máscara, mas odeio meu braço porque tenho umas bolinhas parecidas com espinhas e alguns dão até pra espremer (eu acho meio nojento) e isso tem nos meus dois braços, começou a aparecer nas minhas duas pernas (só na coca ae agora) e já apareceram 2 na cabeça do meu pau, mas essas eram menores e não pareciam espinhas só umas pequenas bolhas bem pequenas msm (desculpa fazer vocês lerem isso), aparecendo até na pele do pau, e isso fode pra caralho minha autoestima
Estou cheio de problemas que não consigo resolver, eu não consigo pensar por conta própria, eu preciso de alguém pra pensar por mim e me mandar fazer as coisas não sirvo pra liderar ou coisa assim, que nem no meu namoro que quem decide quase tudo é ela e eu só obedeço
Eu penso muito em me matar futuramente, eu vou seguir minha vida até ver que realmente não tem como ou até eu perder tudo mais uma vez, eu no começo desse ano deixei tudo planejado para me suicidar hoje ( 5/11 ) que é meu aniversário, mas muitas coisas aconteceram, comecei a usar mais o Twitter e fiz amigos incríveis lá, conheci minha namorada por lá tbm e isso me fez desistir de me matar, ela (minha namorada) estava aqui em casa desde ontem a noite, dormiu cmg e foi embora a uns 30/40 minutos e vai voltar pra cá para comemorar as 19:00
Me sinto morto, sinto que sou um cadaver que so tenta fazer oque mandam, as únicas coisas que me fazem me sentir vivo e ficar com minha namorada,ver filmes de terror (quando tô com muito medo eu sinto que eu tô aqui, que eu estou no meu corpo), ouvir música e ficar no PC, fora isso não sinto tesão em fazer nada, eu não sinto nada além de um grande vazio quando estou fazendo outras coisas
Não consigo desabafar com ninguém, minha voz não sai, não consigo falar, não me sinto confortável com psicólogos ou falando com alguém, eu ainda tenho muitas coisas guardadas só pra mim mas não quero falar aqui pra não ficar muito grande (mais do que já está)
E o foda é que é como dizem "você nem viveu ainda" pois hoje ainda é meu aniversário de 14 anos kk
Me desculpe por fazer você ler tanta coisa
submitted by Kashiiirou to desabafos [link] [comments]


2020.11.01 04:30 GatePretend O que vocês fariam na minha situação caras?

Já adianto que o texto vai ser gigantesco, desculpe por isso, vou dividir tudo em "atos", bem estilo Tarantino, acho que fica divertido assim.
ATO I - O RELACIONAMENTO
Conheci uma garota (a exatamente 1 ano e 1 mês) e bom, ambos começamos a conversar porque queríamos ficar um com o outro, era uma espécie de rolo, sabe?
Porém, como tínhamos uma ótima química, conversávamos todo dia, o dia inteiro praticamente, seja por ligação ou por texto, acabamos namorando, foi por pouquissimo tempo (já explico o porquê), e bom, no começo foi tudo ótimo, sempre tinhamos assunto, nós eramos ótimos juntos, no entanto, depois de alguns meses de namoro, ela mudou, ela ficou estranha, passou a não responder minhas mensagens, a me dar vácuos, e etc. Quando eu a chamava, ela as vezes nem queria conversar direito, respondia de forma seca, e grossa. Se fosse raramente tudo bem, eu iria entender, afinal, ela tem problemas pessoais, assim como qualquer um, e nem sempre estamos aptos para conversar. Mas, daí chegou um momento que todo dia, a gente praticamente não conversava, e as vezes ela até ficava brava comigo, pois eu não chamava ela pra conversar, o que era estranho, afinal ela que era seca e grossa, então, eu simplesmente deixei de chamar ela.
Foi então, que chegou um fatídico dia, em que ela tinha dado a idéia de terminarmos, e isso me quebrou completamente, eu amava, amo, ela de verdade cara, sempre tratei ela bem, e sempre tentei fazer com que o relacionamento desse certo.
Após pensar algum tempo nessa idéia, eu realmente acabei terminando, pensei comigo mesmo que, como ela teve a idéia, é porque ela deve querer isso, e talvez eu estivesse segurando ela, ou algo do tipo.
ATO II - O TÉRMINO..?
Feito isso, após alguns dias, ela me chamou, e tinha dito que talvez ainda tivesse sentimentos por mim, e como eu estava abalado com aquilo, e gostava muito dela, acabei cedendo, porém algum tempo depois, aconteceu tudo denovo, ela começou a agir estranho, e etc.
Então, obviamente terminamos denovo, e ficou assim, por um bom tempo, chegamos a conversar denovo de tempos em tempos, porém não era nada muito importante.
Até que, chegou um dia onde ela me chamou, por um motivo que eu não acho necessário esclarecer aqui.
E, conversamos, por cerca de 5 ou 6 horas seguidas, sem parar, chegamos a falar sobre nosso relacionamento, mas também falamos sobre outras coisas, após toda essa conversa, eu pensei que ela ainda gostava de mim, porque porra, não tinha um grande motivo pra ela ter me chamado.
ATO III - O LOOP COMEÇA
Como você já deve esperar, aconteceu tudo denovo, ou quase. Eu pensei que ela gostava de mim, e sempre que tinha a oportunidade, perguntava a ela se talvez poderíamos reatar o relacionamento, e tentar denovo.
Porém, ela trocava de assunto, ou respondia "não sei", ou outras variáveis.
E bom, isso tava me fazendo mal, é horrível conversar com alguém que tu gosta tanto, e não saber se tem alguma chance de vocês talvez voltarem.
Sempre que ela me mandava mensagem, eu congelava, começava a suar, e a tremer as vezes, eu sempre queria parecer o mais interessante possível pra ela, sempre queria conseguir puxar um assunto com ela. As vezes, conversávamos a noite inteira, até o sol nascer, porém em outras vezes (a maioria delas), conversámos pouco, ela cortava a conversa de forma seca, e acabava ali.
Após 4 meses nessa tortura mental, eu acabei falando pra ela o que estava acontecendo comigo, que eu não estava bem, e eu pedi pra ela não me mandar nenhuma mensagem, que eu queria ter um tempo pra pensar comigo mesmo.
E isso aconteceu, por 2 meses, eu não falei com ela.
ATO IV - O LOOP ACABA..?
Nesses 2 meses, eu me senti como não me sentia fazia tempo, eu estava conseguindo não pensar nela tanto assim, eu me sentia feliz no dia a dia, e estava sentindo uma melhora comigo mesmo, minha autoestima nunca esteve tão alta.
E pra ajudar, comecei a ter "sessões de terapia" com um amigo, quase toda madrugada estávamos conversando sobre assuntos diversos, mas principalmente sobre nossos problemas, e como resolvê-los.
Estava tudo indo muito bem.
Chegou um certo ponto, em que eu percebi que conversar com ela realmente estava me fazendo mal e, eu comecei a diariamente excluir de pouco em pouco, tudo que me lembrava dela na minha vida, cheguei até a apagar o nome dela do meu dicionário do teclado.
Em um desses dias excluindo coisas, eu cheguei a um print.. um print do número de celular dela, e bom, eu tinha excluído o número dela, e todas as redes sociais envolvendo ela.
E, sabe aquela parte que fica coçando, aquela parte curiosa sua? Ela tava afiada nesse dia.. Eu acabei adicionando o número dela, porém, sem intenções de falar com ela, só queria saber se ela estava bem...
ATO V - O LOOP RECOMEÇA
Ao olhar o contato do WhatsApp dela, vi que ela estava offline desde um mês atrás, acabei ficando preocupado com ela.
Imediatamente tentei pensar em alguma forma de ver se ela estava bem, sem falar com ela, então, baixei meu Facebook, e fui olhar o perfil dela, e a mesma coisa tinha acontecido, última publicação foi a um mês atrás, estava tudo vazio..
Fiquei mais preocupado e recorri a minha última escolha, baixei o Instagram e fui ver... Ela tinha me mandado uma mensagem, fazia uma semana. Me falando que estava com saudades, que queria falar comigo, e bom, encurtando tudo, você sabe exatamente o que aconteceu.
Imaginei que ela sentisse a mesma coisa que eu sinto por ela, e... estamos conversando até hoje, porém, eu me odeio por isso, eu sei que não vamos namorar, porém direto ela fica dando pitecos dizendo coisas sobre nós dois juntos, e etc.
E, eu tenho certeza que isso não vai acontecer, ela só está me iludindo talvez, pela 3ª vez caras..
Bom, acabou meu desabafo, eu resumi bastante coisa pra não ficar mais longo do que deveria, só queria saber, o que vocês fariam na minha situação?
aproposito, enquanto eu escrevia o texto ela me mandou uma mensagem.
Enfim é isso, desculpe pelo tamanho do texto, qualquer ajuda é bem vinda, obrigado se você leu até aqui
submitted by GatePretend to desabafos [link] [comments]


2020.10.31 00:36 mggodoy poste traduzido do r/nofap original: https://www.reddit.com/r/NoFap/comments/jksxgr/tips_for_nofapsemen_retention/?utm_medium=android_app&utm_source=share

  1. Pausas nas redes sociais: uma das razões pelas quais você não pode durar é porque você não consegue melhorar seu humor. Você está sempre vendo outras pessoas que vivem Dest ives Enquanto você está preso em uma cadeira, fazendo você se sentir deprimido e coxo. Eles cagam e urinam assim como você, mas têm uma contagem de seguidores maior do que você, o que os torna melhores. Sem falar que a mídia social agora é apenas Mercados virtuais de prostituição onde as mulheres se degradam sexualmente por caras sedentos. Eles podem extrair sua semente apenas olhando para eles. Limite-se a aparecer nas redes sociais apenas 3 vezes ao dia, pelo menos se possível. E se não for necessário, saia das redes sociais. 2.Corrija sua dieta: Você não pode esperar durar muito se ainda está comendo besteira para comer. Tood rápido é o maior contribuinte para isso. Você deve saber que fast food não é comida de verdade. Veio de um laboratório. Você não sabe o que se passou ali, nem quer saber. E não é apenas fast food, mas qualquer coisa como sobremesas de sorvete, pães de mel, refrigerantes, frango frito, qualquer coisa rica em calorias e carboidratos por conta própria. Não quer dizer que você não pode comer, mas equilibre com alguns vegetais. Mais um thin9, pare de beber água da torneira. Vou explicar o porquê mais tarde.
  2. Proteja sua semente: o que isso significa é; não faça sexo com mulheres aleatórias só porque não está se masturbando. Acredite ou não, você pode transferir sua energia por meio da relação sexual. É por isso que você se sente culpado depois de um namoro aleatório, ou por que ela quer ir de novo depois que você acabou de terminar e agora você está exausto. Seu sêmen é sua força vital. É a substância mais poderosa que existe. Essa merda pode fazer uma vida. Agarre-se a ela se não tiver nada de benéfico para oferecer. E se você vai dar a uma mulher, certifique-se de que vocês dois estão na mesma linha.
  3. Concentre-se em você: Muitas vezes as pessoas passam o tempo se preocupando com o que está acontecendo fora do alcance do braço. Imagine desta forma: 1Existem duas janelas à sua frente. A janela interna projeta todos os seus problemas, seus vícios, seus encantos, suas responsabilidades, tudo sobre você. Então tem a janela externa, Tudo acontecendo no mundo, outras pessoas; como amigos, família, etc. Todo mundo olha pela janela externa, quando você deveria estar olhando pela janela interna 24 horas por dia, 7 dias por semana. Isso não significa ser egoísta, mas certifique-se de estar satisfeito antes de tentar saciar os outros. Como você deve alimentar os outros quando não tem nenhum alimento para você? Se você for feliz consigo mesmo, não conhecerá a depressão. Assim, impulsos fora desta categoria desaparecerão.
    1. Tome banhos frios: você pode estar pensando "Cara, todo mundo diz isso. Mas aqui está uma coisinha que ninguém mais parece cobrir. Os banhos frios não apenas matam os desejos, Dut nere s Um pouco mais de mojo Torbidden: a água que sai de suas torneiras, taucets e torneiras é água reciclada. o que significa que contém água, microplásticos, pílulas de controle Dith vencidas, água de xixi tratada, você sabe, tem. E o que os chuveiros quentes SÃO abrir seus poros e diminuir o material; para chegar ikELY nto seu orooSea s y youave Sopdnng aeo0SOe pruses adicionados aos chuveiros frios é Diooa, tney bOoSt testosterona ror men and estrogen tor Mulheres, elas aumentam seus níveis de energia e podem ajudá-las no seguinte: o quanto você quer? Como ric, o quão ruim você quer estar no Norap / n Você está tentando ser sério, voL não ife, ro init horaueoof the henefits? Alguns de vocês nem mesmo levam isso a sério o suficiente para tentar legitimamente. Tipo, você vai assistir a 50 vídeos de retenção de sêmen e vai bater na sua carne na mesma noite. Garanto que uma boa parte das pessoas não terá lido até aqui (se é que leu) porque alugam mesmo em busca de uma perspectiva diferente para atualizar as suas. Você tem que REALMENTE querer. Ninguém aqui pode lhe dar essa paixão, esse fogo. Só você pode fazer aquilo. Você realmente tem que cavar fundo em si mesmo para encontrá-lo. Tudo o que os outros podem fazer é dizer que você pode fazer isso, você pode fazer aquilo, isso é tudo que eles podem fazer por você.
    2. Transmutando a energia sexual: Sempre que você sente um desejo, é apenas uma energia reprimida que você ainda não gastou. Eu sei que a ciência foi explicada até a morte, mas você tem que internalizá-la. Quando você receber e desejar, pergunte-se: "O que eu gosto mais, sexo ou autoaperfeiçoamento? Imediatamente, você recuperará seu foco. Se isso não funcionar, dê certo. Como eu disse, existe essa energia extra. Mesmo que você já tenha malhado, caia no chão e empurre como um louco, se ainda se sentir carregado. E se ainda não funcionar, vá dar uma caminhada, aproveite a natureza, tome um pouco de sol. As pessoas realmente não confiam na natureza Eu assim, mas acredite em mim, a natureza tem muito mais poder de cura do que você pensa.
  4. Não se concentre na retenção de NoFap / sêmen: Isso decorre do número b, outro problema sendo que as pessoas TOcus on Apenas retendo suas sementes como se fosse algum tipo de sistema intrincado de engrenagens e turbinas. Retenção de sêmen Nem mesmo é profundo. TS Apenas segurando sua Semente. COMO, por que você está tão obcecado por algo tão simples? Você já baixou, agora vá trabalhar. O ponto é: Não faça a retenção de sêmen o centro Imagem do seu foco.
  5. Atraia a energia certa: Muitas pessoas vão te dizer como a retenção de sêmen vai te dar toda essa energia e lixo, mas eles não te dizem que tipo de energia. A retenção de sêmen vai pegar sua energia geral e adicionar 1. Então, TI você tem boa energia total, você vai construir mais energia boa. Mesmo com energia ruim. Se você vai durar, limite-se a saídas de energia ruim e passe mais tempo em saídas de energia boa.
    1. Você eventualmente terá que liberar: Vamos enfrentá-lo. Para todos que estão em mais de 90 dias de retenção de sêmen, você sabe que todos os sentimentos mágicos de benefícios irão se dissipar e tudo começa a parecer normal. Em vez de alguém te empurrar para fora da cama, é como se você tivesse que sair da cama. ou como se você apenas começasse a sentir preguiça de tudo. ou diga que você fica agressivo com o ponto onde isso prejudica seu humor. Não me entenda mal. não há nada de errado em ser agressivo, mas se começar a atrapalhar sua vibe, talvez você precise considerar uma liberação. Não olhe para as recaídas como se fossem ruins. Está Apenas um reset para você reconstruir. Eu odeio a beleza de tudo isso. É por isso que qualquer pessoa que cumpriu mais de 90 dias e teve recaídas se sente tão cheia de paz. Como se você se sentisse leve, Supostamente para segurar y Tul, cleaed, etc. Você não é para sempre. Meu cérebro está cansado depois que isso ainda saiu da cúpula. Eu espero ter Algo útil.
submitted by mggodoy to nofapbrasil [link] [comments]


2020.10.24 23:34 ms-phoenix Fim de relacionamento durante a pandemia

Sai de um relacionamento abusivo para me relacionar com alguém que eu acreditei ser o amor da minha vida. Nos primeiros meses (nessa mesma época, só que em 2019) foi tudo incrível, tudo maravilhoso e foi assim até o início da pandemia.
Eu e meu namorado (agora ex) tínhamos uma vida social ativa que se foi totalmente por conta do isolamento social. Eu sabia que isso iria afetar negativamente nosso relacionamento, então, desde abril insisti para fazermos algo diferente para não deixar o relacionamento cair na rotina.
Ele é um cara muito legal, mas é super preguiçoso, apesar de trabalhar, não faz mais nada além de fumar cigarro (o que eu odeio) e maconha (que eu gosto, mas sem exageros) e dormir o dia inteiro, o final de semana inteiro.
Dito e feito: o namoro caiu na rotina. E DETALHE: nós trabalhamos juntos, ele é meu líder imediato na empresa, o que só piora tudo. Não fazíamos nada além de trabalhar nos dias de semana, e no final de semana fumar maconha e assistir série desde o inicio do distanciamento social.
Eu sempre insisti para começarmos a praticar algum esporte, sair pra acampar, fazer trilha ou QUALQUER outra coisa que não envolvesse ficar chapado trancado dentro do quarto o final de semana inteiro e sempre tinha uma desculpa pra não acontecer isso.
Domingo tivemos uma conversa séria sobre isso e eu disse que não estava feliz, ele jurou que ia mudar, que ia ser mais ativo, que ia encontrar um hobbie e que iria diminuir o consumo de erva porque viu como me fez bem ficar sem (eu estou outubro inteiro sem maconha, álcool, carne, açúcar e redes sociais e me curei de um quadro de depressão por conta desse “detox”).
Quarta feira, sem mais nem menos, me chamou no intervalo do almoço, terminou comigo e me mandou voltar a trabalhar, enquanto foi pra casa chorar. (???)
Eu fiquei bem incrédula, mas não fiquei mal porque já não estava feliz com o relacionamento.
Acontece que em 3 dias desde o término ele já encontrou um novo hobbie, saiu de casa para se divertir e hoje saiu para acampar (com a barraca que compramos juntos e nunca usamos por conta das desculpas).
Eu tô triste, com raiva e me sentindo humilhada, porque, lembram que eu falei que eu saí de um relacionamento abusivo antes de namorar com ele? Então, eu não tenho amigos. Não tenho com quem conversar, com quem sair, com quem ter contato.
Eu me dediquei totalmente a esse relacionamento, sempre fiz de tudo por ele e no primeiro final de semana após terminar comigo, ele faz todas as mudanças que eu venho pedindo há 7 meses.
A história tem muito mais detalhes, que eu não vou nem mencionar pra não deixar o texto mais gigante do que já ficou, mas cara, que situação merda. Tô malzona.
TL;DR: insisti meses em mudanças que fariam bem pro nosso relacionamento e ele só mudou depois de terminar comigo.
submitted by ms-phoenix to desabafos [link] [comments]


2020.09.15 03:47 Initial_Name85703 estou travando uma batalha interna cmg mesmo,

hi, tenho 17 anos e sinceramente eu não tenho mais forças pra continuar desse jeito.
meu teclado está horrivel mas tá ficando entalado e ...
desde cedo eu sempre fui uma criança muito tímida e em mais sensivel que as outras crianças, nunca fui de ter muitos amigos e eu realmente invejava todos que tinham muitos amigos, até amigos próximos q tinham muitos amigos antes de completar 14 anos minha mãe descobriu um cancer de mama, e pra ser bem sincero a vida vai desgastando com todo mundo, eu hj estou sem forças pra ajudar mimnha mãe, sou muito,muito apegado a ela mas eu senti muita saudade do que eu não vivi na minnha infancia, vontade de jogar bola. ter muitos amigos, sair pra beber cokm meus outros amigos adolescentes e com 15 anos eu arranje uma namorada que foi e [é bastante apoiada pelos meus pais (meu pai teve uma familia antes de nós e o filho mais velho dele é gay, isso sempre fragilizou o meu pai, apesar dele amar bastante ele) então era bastante incrivel, perdi minha virgindade com ela e vie e versa, mas na virada do ano de 2019 eu descobri q ela tinha me traido com outra pessoa, no desespero pra não ficar sozinho e voltar a ser eu mesmo, eu perdoiei, passando uns meses eu descobri outra, e outra, e outra que eu confirmei só recentemente, já trai ela, dps q eu descobri isso mas isso relamente não é pra mim,k enfim.
ela passava ferias inteiras cmg em casa e pela saude debilitada da minnha mãe ela sempre cuidou dela, bem mais que de mmim, no inicio de 2020 na virada do ano ela simplismente surtou e me fez passar um mico na frente dos meus familiares e eu passei por isso.
enfim, no inicio da quarentenaq ela veio passsar a quarentena cmg e foi muio bom, mas começou a ficar insuportavel a pessoa dela cmg, em uma noite nós estavamos conversando a luz das elestreas e ela perguntou sobre "se eu tinha vontade de fazer sexo a 3" disse que tinha curiosidade e tal mas foi isso,então ela passou semanas tentando convencer alguem a fazer isso conosco( ela é assumidamente bi) nunca liguei anto apesar da curiosidade, enfim cheou o dia 11 de julho era aniversario do meu avô em outra cidade e no´s fomos, chegando lá eu comecei a beber com os meus amigos e princicpalemnte o meu irmão, mas em um momento minha prima me chamou pra passsar batom nela pra nós irmos sozinhs pro quarto.
bom nesse ponto eu preciso voltar alguns anos pra contextualizar, eu namorava uma garota e ela era de outra cidade meu pai trabalhava fora então ele traza ela sempre q pode, não era um namoro assumido e era bem estranho mas nós estavams, mas minha namorada era muito próxima da minha prima, muito mesmo então eventualmente eu descobri q elas estavam ficando :)
ela namorava o primo da minha namorada ( game of thrones ) e um dia ela sumiu, e eu descobri q ela tinha traido o meu primo com outro cara, então eu me fiquei muito ruim, contei pro meu melhor amigo na epóca e ele espalhou a conversa, mas o namorado dela nunca soube
voltando, enquanto caminhava eu olhei pra tras e vi minha namorada vindo atrás de nós, soube, eu já imaginava oq ela queria, entrei no quarto e minha prma ficou de olhos fechados sentada eu olhei pra trás e ela estava no quarto me encarando quase me pedindo, então eu dei um beijo na minha prima, ela olhou pra minha namorada e elas comecaram a se agarrar na minha frente, minha namorada não disse nada mas minha prima dizia coisas como "tua boca e tão macia" "voces parecem sex education"e ela esfregava minha namorada então minha namorada diz "enfia.."eu exitei por um momento e ea pediu denovo e eu fiz, minha prima pediu pra parar e nós paramos, nos despedimos dali mas eu fui atras dela pra pedir desculpas e ela me ignorou e minha namorava pouco se importava, ela ficou com nó por um tempo e depois foi embora, no outro dia e fui na casa dela fazer outras cosas e eu aproveitei pra conversar melhor e ela disse q era melhor nós deixarmos esse assunto pra lá, viemos embora e na segunda feira eu encontro no twter dela ela dizendo q tinha sido estuprada por nós ,conou q tinha sido a força,etc...
poucos minutos dps minha mãe já sabia e enfim apartir dali meu mundo mudou, eu queria me defenderm mas eu não podia de jeito nenhum, ninguem me escutava, mnha mãe ligou pra cpnversar com ela pra saber de todo ocorrido mas eu não tava em casa tinha saido pra jogar volei, e o dia se passou, no outro dia meu pai levou minha namorada embora e eu fiquei só, minha mãe conversou com a minha prima por ligação e wwp,e no whatsapp ela escreveu" tia eu só fiz isso pq na epóca da #### eu estava me envolvendo com uma pessoa e ele simplismente contou pra todo mundo então eu queria q elesenisse como eu me senti" no tiwtter pouco tempo dps ela já estava debochado da situação "nâo vou denunciar #### mas eu vou destruir a vida social dele igual ele fez cmg :)" na verdade eram bem mas emojis de shitpost, e pra qualquer pessoa q se interessase ela contava a historia de debochava da situação, pouto tempo dps ela percebeu q tava falando algumas coisas dms e ela excluiu as postagens mas já havia se passado alguns dias e eu já tinha printado muitas coisas,minha famiia se duvidiu mas n durou muito lgo todo mundo estava do lado dela e com razão, não sou mais do tipo de ser merecedor de pena, ela disse q não queria mais falar do assunto e etc... passado um mes desde q eu tinha sido'CANCELADO" ela contou pra uma pessoa muito importante pra mim e eu publiquei o maximo q eu pud no meu tt tentando me defender, mas a essa altura eu já falava com umas 3 pessoas, ele ficaram irritados pq eu ainda falava daquele assunto e desde então tem sido ainda mais dificil sem eles, a mãe dela é umapessoa muito extrovertida com o resto da familia do tio q paga grades e grades de cerveja, enquanto nós somos bem mais reservados então naturalmente ele ficaram do lado dela,por causa do tratamento e traumas passados mamae tem depressão e por causa de tudo issso a depressão dela agravou e e la tentou e matar, mas nós somos mais reservados, soubemos puco tempo dps q ela tbm tinha tentado de se matar mas esssa n foi a °1 vez q ela tentou ela já disse no tt q já havia tentado se matar 60 vezes, e eu sei oq é querer morrer, desistir de tudo, se eu tentar me matar vai ser só a 1° tentativa e só mas ninguem se importaria ninguem quer ewscutar a minha versão e eu fico muito triste pq ninguem, ninguem sente falta de mm, me deixa arrasado pq quqando eu conto parece q isso é culpa da minha namorada mas eu sinto tanta falta dela, me deixca triste pq não é a 1° vez q ela difama alguem aleatoriamente, ela diz que odeia o cunhado dela por ser toxico,mas, toxico pq? não tem explicação o cara não sai nem do meo do mato, me sinto trise pq eu acho q tenho depressão mas eu acho tbm q seria desulmilde da minha parte achar isso assim, tbm repudio completamente assedio abuso estupro, tudo, tusdo issso e jogam um fardo desses ma minha costa, eu sinceramente não me matei pq é a minha mãe quem precisa de mim, eu simplismente odeio odeio odeio ela, e sinto muito se ela tiver depresssão mas eu não me importo mais , ela fez tudo isso e esperou o momento pra acabr cmg e ela conseguiu e ninguem vai querer simplismente abraçar minha causa, tbmme sinto horrivel pq parece que eu s´penso em im, mas toda vez q eu lembro disso me dá um peso mo meu peito. desculpa mãe mas eu não fiz isso.
submitted by Initial_Name85703 to desabafos [link] [comments]


2020.08.25 21:03 ImagineLives Eu amo ela!! Mas... ela não me ama?

Oi... Eu vou (tentar) ser bem direto
Meu nome é Rapha, Tenho uma namorada já faz mais ou menos 8 meses, começamos a namorar ainda na escola, ela veio até a mim e começos a conversar, e em pouco tempo já estávamos apaixonados, com o passar do tempo eu decidi pedir ela em namoro e aqui estamos.
No início do nosso namoro era uma coisa incrível, eu nunca senti tanto amor e reciprocidade por alguém em toda a minha vida, tínhamos uma conexão EXCEPCIONAL, toda conversa nossa era sinônimo de muitas risadas, compaixão e carinho.
Mas depois do 4 mês, eu tenho sentido ela bem distante de mim, sei que por conta da quarentena o ânimo de todo mundo mudou, mas parece que ela só mudou comigo, tipo, desde de o único ela tem minha senha do celular, e eu tenho as dela, eu nunca entrei no celular para ler nada, mas de vez em quando ela entrava no meu e de início eu achava normal do ciúmes e tals...
Só que esses dias minha preocupação com o nosso relacionamento aumentou de uma forma giganteca, ela já não era mais a mesma comigo, sempre que eu chamava ela para fazer algo ela diz "talvez" ou nem presta atenção no que eu disse, ela já não ligava mais para os presentes que eu fazia, os textos que eu deixava para ela (e que ela sempre amou).
Até que semana passada eu entrei no celular dela e fui ler algumas conversas dela, com o objetivo de descobrir algo, se ela não queria mais ficar comigo ou algo do tipo, mas todas as conversas que tinham ali, ela se divertia e muito, tinham memes(as vezes eu envio alguns memes para ela) tinham memes que eu já tinha enviado, e ela disse que não tinha a menor graça, mas quando os amigos (as) dela enviavam o mesmo meme, ela caia na gargalhada, olhando mais as conversas eu reparei que ela se divertia muito mais do que cmg.
Nesse momento minha Insegurança dó aumentava cada vez mais, até que decidi conversar com ela, falei tudo o que eu sentia, perguntei se estava tudo bem com ela, se eu tinha feito algo desagradável, se ela não gostava mais de mim, se ela pensava em terminar, e ela simplesmente falou que estava tudo ótimo, falou que não queria terminar comigo, perguntei se ela se divertia cmg e ela disse que sim, mas era muito difícil de acreditar em tudo aquilo para mim, e comecei a virar uma pessoa muito insegura.
Eu amo essa menina de uma forma que nunca amei ninguém, me dói muito ver que eu não sou uma pessoa no mínimo interessante para ela e me dói ainda mais ver que ela mente sobre isso para mim, eu já não sei o que fazer, já não sei o que pensar, parece que a cada dia que passa ela vai deixando de gostar de mim, e eu me odeio por isso, já chorei muito (e eu não sou um cara que chora com facilidade), mas eu não sei mais o que fazer, será que eu estou disponível demais? Será que eu me iludi esse tempo todo? Será que ela mentiu para mim? E se mentiu, o por quê? Minha cabeça está uma confusão...
submitted by ImagineLives to desabafos [link] [comments]


2020.08.18 16:42 Akitemcoragen To desperdiçando minha vida?

Não me sinto bem, sla, sinto que estou desperdiçando minha vida, tenho medo de estar com depressão, fico desanimado, sem vontade de fzr as coisas e só fico pensando se estou jogando minha vida fora ou não.
As vezes eu sinto que precisava de alguém junto de mim, nunca namorei e desisti de tentar passei a ver namoro como forma de sexo fácil e só. Eu sempre tive dificuldade em arranjar alguém, praticamente perdi dois anos da minha vida atrás de alguém que me manipulava, falava que me amava e tudo mais, nunca tivemos nada sério. Ter parado de conversar com ela foi o melhor que fiz, depois disso tive mais decepções amorosas mais nada que se comprava o de antes, eu sempre fiquei na friendzone e odiava isso, dps de 2019 parei de tentar, eu me senti mais feliz e liberto de querer me pressionar a ter alguém.
Pode parecer bem merda essas coisas mais foda-se, eu nem sei pq to escrevendo isso, talvez seja pra me sentir mais tranquilo sla.
Eu sigo fznd EAD e isso é um puta saco do krl, odeio acordar cedo e isso me desanima, eu fico num meio termo entre fazer ou não. Por enquanto eu faço, não sei por quanto tempo mais vou fazer minha mãe praticamente me obriga a fzr essas tarefas, ela é bastante super protetora, por um lado é bom por saber que ela se preocupa e tem medo de algo acontecer cmg sla, por outro lado é ruim pq sinto preso e sem liberdade de fzr o que eu quiser, não me importo de sair na rua e acabar pegando corona, n ligo, n tenho medo dessa merda, mas ela n me deixa sair, as vezes a gente sai pra ir num supermercado sóq nada dmais. Nunca fui uma pessoa que gostasse de sair de casa, mas essa quarentena aumentou minha vontade de sair mais que tudo, me sinto preso, eu quero sair, quero ver uns amigos, quero curtir e não desperdiçar minha vida dentro do meu quarto.
Quero aproveitar cada bom momento que posso, mas n posso aproveitar pq n to vivendo bons momentos, só queria ter coragem de tacar o foda-se pra tudo e fzr tudo o que eu quero fzr. Eu sou bastante fechado e n gosto de falar sobre meus sentimentos, eu só coloco um sorriso na cara e tento fzr de todo momento um bom momento, difícil eu falar sobre o que sinto pras pessoas, eu nunca falei pessoalmente, só por mensagens, e ainda me senti desconfortável.
As pessoas ficam meio que endeusando relacionamentos como se namoro fosse a cura pros problemas, eu sei que não é e que tudo depende de mim e não de outra pessoa na minha vida, mais eu ainda sinto vontade de ter alguém. Vejo várias pessoas saindo e curtindo e eu n saio por causa de terceiros, eu n aguento isso mais, não ta dando.
Eu realmente nem sei pq escrevi isso, talvez eu só esteja desperdiçando minha vida e meu tempo.
submitted by Akitemcoragen to desabafos [link] [comments]


2020.07.31 01:33 Felicity4Now O mundo dá voltas, meu amigo

Oi queridos, tudo bom com vcs? Essa é minha primeira vez no reddit, mas fiz o login mais pra desabafar essa história que está pesando demais pra mim. Postei essa história em outra pagina, mas vou postar nessa tbm. Quem não gosta de histórias deprimentes e longas, pule esse post.
Tudo começou faz 2 anos, em 2018, qdo eu fui para o oitavo ano e resolvi me mudar de colégio pq eu não me dava bem com os colegas da escola anterior (quer dizer, sempre fui meio excluída em todas as escolas que estudei mas enfim). Para a minha surpresa, o pessoal desse colégio aparentemente tinha me aceitado e fiquei mto feliz, finalmente tinha me sentido incluída na escola, deu até um alívio. Mas bem, a história não eh exatamente sobre isso, é sobre oq eu vivi com um amigo meu, vamos chamá-lo de Clóvis. Nunca tinha tido amigos piá, mas nesse ano foi diferente, me dei melhor com os piá do q com as guria. E para a minha surpresa, Clóvis foi, e sempre será, meu melhor amigo, por mais q ele tenha até me esquecido.
A primeira vez q vi Clóvis, ele já me atraiu, sim gente, comecei a ter um crush nele, mas eu ignorei, achei q era coisa da minha cabeça. Enfim, no início, Clóvis era uma pessoa super legal, extrovertida, gente boa, zuera, e foda kkkk. Mas... dps eu descobri q ele tinha depressao, hj eu entendo q a maior parte das pessoas q riem dms são as mais tristes por dentro... sei pq isso aconteceu cmg tbm, mas vou deixar isso pro fim. Por conta da depressao, tentei ajudar Clóvis de todas as maneiras possiveis, dava conselho, brincava com ele, tentava animar ele, mas ele sempre tentava se matar, sem sucesso graças a Deus. Mas isso fez com q meus sentimentos ficassem confusos, pq eu n queria, tipo, namorar alguem baixo astral, já q eu era tbm. Eu sei exatamente oq vcs estão pensando agora, sou uma ignorante msm, eu concordo, n precisam ficar jogando na minha cara pq eu já sei blz?
Enfim, como eu tava mto confusa, acabei me enganando e achei q estava gostando de um amigo dele (vamos chamá-lo de Roberto). Roberto era um cara foda tbm, gente finíssima, alegre e tals, até q ele me pediu em namoro no mês de Maio, mas eu recusei. Dps, Clóvis me pediu em namoro, e eu recusei tbm, n queria arranjar encrenca entre os 2. Mas, no final do mês de Agosto do msm ano, começou a merda. Eu n me lembro mto bem o motivo, porem briguei feio com Clóvis e comecei a namorar o Roberto. SIM, oq eu n queria aconteceu, treta total meus amigos. Vcs devem estar pensando: “mds q BURRA”, pse, eu tbm penso isso de mim tá? Mas n dá pra eu voltar no tempo.
Assim, o namoro q eu tive com o Roberto foi meio q uma amizade colorida (pra vcs terem uma ideia, se beijamos apenas 2 vezes em 8 meses ksks). Na fase auge do namoro, entre Agosto e Outubro, Clóvis continuava brigado cmg, até pq dava pra ver q ele tava super puto cmg por n ter sido aceito, se sentiu trocado e humilhado (tá gente, eu tava confusa, n taquem pedra em mim pq eu já taquei um monte já, pfv). Mas dai no final de Outubro a gente conseguiu fazer as pazes e continuamos bons amigos, junto cmg namorando o Roberto.
Outro ano se passou e todos continuamos estudando na msm escola, ou seja, continuou essa msm confusao, msm com tudo resolvido. Até que, no final de março de 2019, terminei com Roberto, pq ele tinha sido mto imaturo cmg e eu n permiti mais isso, e percebi q n fazia sentido eu ter namorado ele, até pq eu descobri mta coisa ruim dele tbm, mas n vamos entrar em detalhes (caso queiram saber, eu continuo amiga de Roberto hj em dia, pq odeio guardar mágoas das pessoas, ou eh pq sou mto trouxa, enfim).
E dps disso, Clóvis ataca novamente. Ele começou a me paquerar, quer dizer, ele nunca parou, mas foi mais forte dessa vez, e a gente foi contruindo uma relacao ao longo do ano, uma relacao mto, mas mto forte. Continuávamos bons amigos, mas a gente era REALMENTE melhores amigos mais aquele lance de paquera, até pq descobri q nunca tinha parado de gostar dele. (ss, Roberto aparentemente levou um chifre discreto, mas n vamos entrar em detalhes).
Continuando, eu infelizmente tive q mudar de colegio, por conta dos professores, q por mais q eu tirasse nota 10 nas provas eles me humilhavam junto com todo mundo, e por conta das minhas amigas, q andavam me excluindo do grupo delas. Mas minha amizade com o Clóvis foi longe dms, eu acabei dando mto em cima dele sem nem perceber direito e ele se iludiu cmg. No final do mês de Novembro, ele me pediu em namoro.... e advinha oq eu falei? NÃO Serio gente, eu disse não. Ai ai, nem eu creio, mas vamos continuar. Eu disse não por vários motivos, entre eles: 1- Não podia namorar, principalmente pq meus pais n deixam e meio q peguei trauma da historia com o Roberto (chorava todo dia pq odeio mentir, me fez mto mal); 2- Tinha medo q ele se revelasse pra mim e me magoasse, até pq ele eh super negativo e enfim; 3- medo de aceitacao da familia dele; 4- paranóias; 5- medo de começar o namoro e dps ele me largasse; 6- trauma do Roberto; 7- Ficar com depressao por conta do namoro, até pq eu fico mal vendo ele mal; 8- me arrepender.
Tá, podem parecer motivos absurdamente imaturos, mas se coloque no meu lugar, eu sou imatura gente, dclp.
Logo, Clóvis ficou de mal cmg por uma semana, n soube como aceitar aquilo. Mas dai, ele aplicou o golpe baixo dps, o mar diminuiu e dps veio o tsunami, se eh q vcs me entendem.
Ele resolveu q queria ser meu amigo dnv dps de uma semana brigado cmg. Eu achei estranho, mas aceitei ele de braços abertos, ate pq odeio guardar rancor, como disse anteriormente. Mas... ele nunca mais foi o msm, ele ficou mto estranho cmg a partir dai. Ele começou a me sacanear, a zoar dms cmg, mas achei q era coisa da minha cabeça e entao deixei neh.
Até q, no inicio de Março de 2020, era meu aniversario, e Clóvis sabe q eu amo comemorar nesse dia pq adoro festas. Entao, ele simplesmente me bloqueou. Eu n entendendo nada, fui falar com o irmao dele perguntando se tinha acontecido alguma coisa com o Clóvis, e ele me falou q Clóvis estava bravo cmg por conta do q eu fiz. Como já tinha se passado meses, eu achei q ele tinha já superado tudo isso, mas n.
Bem gente, foi ai q veio o tiro. Dps de horas sem me responder, ele me vem me desejando feliz aniversario, me chamando de corna tbm (ele tinha esse costume de me chamar assim por conta do Roberto). Mas eu n curtia mto isso, na maioria das vezes ignorava. Eu fiquei tao triste com aquilo, pq poxa, eu achei q tinha acontecido alguma coisa seria com ele ou q ele tava com raiva de mim, entao, bloqueei ele e fiquei sem falar com ele ate o final do mês. Mas já n aguentava mais, eu amava aquele cara (por mais q eu tenha feito mta coisa ruim). Perguntei pro irmao dele se estava tudo bem com Clóvis, e ele disse q ss.
Logo, me vem uma amiga dele me mandando direct pelo Insta e me falando q ele queria falar cmg. Pensei bem, e como n gosto de guardar rancor, desbloqueei ele. Se eu pudesse voltar no tempo, n teria feito isso de jeito nenhum gente, pq oq aconteceu dps parte meu coracao ate hj.
Conversei com ele e ele falou tudo oq eu queria ouvir, q sentia mto e q ele havia agido com mta imaturidade, disse q eu tava confusa com meus sentimentos e q ele devia ter me entendido antes. Ai gente, eu tinha ficado tao, mas tao orgulhosa dele! Qdo ele falou tudo aquilo, eu senti um alivio, até pq eu n precisava mais sentir aquela pontada de culpa q eu sentia todo dia. Q nada gente, o pior foi dps...
Uma semana se passou, e ele me bloqueou, sem deixar rastros. Fui perguntar pra amiga dele pq q ele tinha feito aquilo, e ela jogou um balde de agua fria em mim. Disse q eu n entendia nada e q eu tinha colaborado pra depressao dele, q eu só fiz mal pra ele e q eu devia me sentir arrependida diante disso. Eu como qualquer ser humano, tentei me defender na hora, tentando achar razao em mim, mas dps de uns meses percebi q realmente, eu sou uma monstra.
Pedi pra ele me desbloquear pra gente conversar, e foi uma burrice. Ele falou q eu tinha arruinado grande parte da vida dele e q eu q joguei ele no inferno q a vida dele eh, e mto mais coisas ruins q vcs n precisam saber.
Eu me senti acabada, principalmente pq a gente tava tao bem e eu achei q a gente ia conseguir seguir em frente sabe? Eu tinha esperança daquela amizade maravilhosa continuar com tudo. Achei q a gente ia festejar mais festas juninas, zoar, sair pros rolê, se divertir, cheirar pó de giz (KKKKK), entre outras coisas aleatorias. Sabe, eu amava mto ele, mas dps disso tudo oq eu fiz, era de se esperar q ele ia me dar esse tiro.
No inicio, eu tentei me esquecer dele, xingar ele, pensar coisas ruins sobre ele, tentar botar a culpa nele. Achei q em umas semaninhas ele ia voltar pra mim, mas n, ele sumiu...
Ate q, com esse sumiço, comecei a me dar conta do q q eu realmente fiz. Como pude ser tao cruel? Só pensar nos meus sentimentos e n nos dos outros? Como q eu consegui agir achando q era certo qdo na vdd era errado? Gente, eu comecei a me sentir, tao, mas TAO culpada, q a culpa até dói.
Eu sei q vcs devem ta pensando: “Ta, fez e recebeu, eh lei do retorno, lei da acao e reacao”. Mas gente, eu tava tentando ser feliz uma vez na vida, tava tentando ser aceita, e isso nunca tinha acontecido cmg e me confundi dms. Achei q tava fazendo o melhor qdo na vdd eu n deveria ter namorado ninguem isso sim. Mas eu n posso voltar no tempo...
Enfim, abril e maio se passaram, e eu comecei a manifestar sintomas de depressao, por conta das coisas da escola, por conta da cobrança, e principalmente, por conta dessa situacao, pq comecei a sentir mta culpa msm. Fiquei doente do estômago por conta de tudo isso e ainda to meio mal, n consigo comer como antes tbm. Tentei falar com Clóvis umas dezenas de vezes, mas msm assim n tinha papo.
Até q junho começa e me chega uma solicitacao no direct do Insta, era uma menina (vamos chamar ela de Folks), me pedindo dicas pra gravar videos, ate pq eu posto mto video no Insta pra ver se eu me esqueço de tudo isso. Comecei a conversar bastante com ela, principalmente pq ela eh incrivelmente incrivel. Ate q um dia eu tava bem bad e falei sobre todos os meus problemas com ela, e ela me disse... q ela era amiga do Clóvis.
Na vdd sempre desconfiei q ela era amiga dele, por conta de varios motivos, mas n vou ser especifica. Mas n deixou com q eu n ficasse em choque com Folks. Desde entao, ela tem tentado me ajudar a superar isso, conseguiu convencer Clóvis a falar cmg e enfim.
As conversas q eu tive com Clóvis, mais pioraram do q ajudaram, até pq ele dizia q me perdoava, mas q n conseguia nem falar cmg e nem voltar a ser meu amigo. Eu entendo ele pq nem eu to aguentando mais a minha presença. Mas, isso n deixou de doer em mim... E qdo ele me disse q tinha conseguido me esquecer e conseguiu me trocar pela Folks, foi a gota d’água...
Sabe, eu n sabia q eu podia ser trocada como um objeto, achava q era coisa da minha cabeça. Mas ele me trocou, e pela Folks ainda, q eu considerava e considero uma grande amiga...
Ah, o pior n foi isso q ele me falou. O pior foi qdo ele me disse q no inicio da nossa amizade, ele tinha intencoes ruins cmg... não, n eh relacionado a sexo ou coisa do tipo, eh coisa mais sombria. Eu n sei bem falar oq eh pq ele n foi mto especifico, mas isso me doeu tanto, pq eu sempre desejei o bem dele, por mais q eu tenha feito mta besteira com ele...
Entao gente, se eu n tivesse feito tudo isso, será q ele teria feito alguma coisa cmg? Eu sou a culpada ou ele? Nós 2 somos culpados? Eu devo me humilhar pro resto da vida? Ele q tem q se humilhar? Oq q eu devo fazer agora? Essas são duvidas q eu tenho, quem puder esclarecer ou tentar compreender a minha situacao, pfv me ajude. Oq vc faria no meu lugar? Se vc faria a msm coisa q eu, oq faria pra consertar?
Bom, eh essa a minha historia, q ninguem sabe o final... Dclp se foi uma historia mto deprê, mas eh q eu tinha q desabafar em algum lugar, serio msm.
submitted by Felicity4Now to desabafos [link] [comments]


2020.07.27 00:23 nao-sou-ninguem Não suporto mais o peso da solidão nem o de ser quem eu sou

Me odeio. Não me sinto confortável com quem eu sou.
Não gosto de meu corpo, do meu rosto e não me sinto confortável com com vários aspectos físicos meus e, principalmente, com o sexo que nasci. Também detesto a minha personalidade e não me suporto enquanto ser humano. Tenho total desprezo pela minha pessoa, por quem eu fui no passado e pelo que eu sou hoje. Acho que eu queria ser alguém completamente diferente... Queria que em algum momento da vida eu pudesse voltar para escolher como eu seria, como escolhemos em alguns jogos de RPG, por exemplo.
Me sinto um(a) total estranho(a) à sociedade (por privacidade e segurança pessoal, não quero revelar o meu sexo nem nenhuma outra informação que possa dizer alguma coisa relevante sobre a minha identidade pessoal). Não tenho amizades, nunca tive nenhum tipo de relacionamento amoroso com alguém, nunca vivenciei nada de muito interessante... Não encontro ninguém que queira conversar comigo, ninguém que queira ter algum tipo de relacionamento comigo (seja alguma amizade, algum relacionamento amoroso ou qualquer outro estilo existente de relacionamento).
Devo ser de fato uma pessoa muito irritante, desinteressante e desprezível. Não gosto de nada que as outras pessoas [que já tive algum contato fora da internet] gostam, as pessoas não gostam de nada do que eu gosto, não tenho nada que as outras pessoas têm e me sinto idiota por isso. Não uso redes sociais, não uso nada, me sinto completamente à parte do mundo em que vivemos.
Sempre vivi com a solidão, mas hoje em dia essa solidão tem ficado cada vez mais forte. Ela me corrompe por dentro, me destrói e mexe comigo de maneira que a maioria das pessoas nem faz ideia.
Acho que é a punição que eu mereço. A maioria das pessoas usa máscaras, a sociedade usa máscaras. Ninguém mostra o que realmente é e todo mundo só quer se encaixar dentro de algum grupo. Eu, que escolhi não usar nenhuma espécie de máscara, acabo tendo essa punição de viver totalmente sozinho(a).
Só que não sei até que ponto vale a pena aguentar a solidão, mas também não sei se vale a pena eu colocar uma máscara e entrar em algum grupo de amizades ou em alguma outra espécie de grupo - se bem que isso seria bem difícil para mim, já que sou bastante introvertido(a) e tenho sérias dificuldades para me relacionar e dialogar com alguém (nem sempre fui assim, acredito que isso seja um efeito consequente de ter ficado sozinho(a) por tanto tempo).
Honestamente, estou ficando cada vez mais carente. Alguns desejos [sociais, amorosos, sexuais, entre outros] que sempre tive estão gritando cada vez mais forte, a solidão tem me machucado cada vez mais.
Convivo com uma pessoa que me despreza, me xinga, me machuca e me odeia, e essa convivência está se tornando um fardo cada vez maior. Essa pessoa sou eu mesmo(a). Não sinto nada além de ódio pela minha pessoa. Queria sentir algo além disso.
Queria encontrar alguém para amar e para me amar. Tenho alguns pouquíssimos familiares que amo, mas me refiro à amor advindo de algum relacionamento como namoro, amizade ou algo assim.
Mas, se nem eu me amo, por que eu esperaria receber amor de qualquer outra pessoa? Acho que nós, seres humanos, somos assim. Somos animais sociais e precisamos do contato com outrem.
Só tenho 19 anos, mas sinto que não haveria problema algum se a minha vida acabasse agora mesmo, de forma precoce.
submitted by nao-sou-ninguem to desabafos [link] [comments]


2020.07.08 14:56 xDark0x Levei um fora da minha ex que ainda amo

Olá! Então, é minha primeira vez aqui escrevendo, e estou um pouco nervosa pois nunca fiz isso antes, tenho dificuldades em falar sobre o que sinto e tal, mas chegou à um ponto em que realmente preciso desabafar. Vou explicar tudo com datas pra ficar mais fácil. Ultimamente venho passado por uma série de eventos os quais me deixaram muito mal. Tenho uma ex namorada, a primeira e única com quem me comprometi até hoje (tenho 18 anos), em março de 2018 conheci ela através de uma amiga e desde então nos demos muito bem. Desde que a conheci já despertou um interesse e sentimento em mim. Tínhamos várias coisas em comum, gostos musicais, forma de ver o mundo e afins. Logo nos tornamos muito próximas, confiavamos tudo uma na outra e após uma jogada de charme aqui, umas coisinhas românticas ali (kkk) Consegui conquista-la. Isso em junho. Namoramos por 6 meses, muito felizes, mas devido uma interferência da família dela, que ficou sabendo de nós duas por intermédio de uma professora do colégio que conhece a mãe dela, (fdp fofoqueira) tivemos que nos separar. A mãe dela me contatou e com base em ameaças de contar à minha família, me fez confessar nosso relacionamento. Depois que o sangue esfriou e fiquei "mais calma", me senti muito mal, pois senti que à traí, me senti mal por acreditar na mãe dela (que considerando a pessoa que é não merece confiança) que disse não fazer nada com ela se eu falasse tudo. Paramos de nos falar, e como já era dezembro, estavamos de férias e não nos víamos (só tínhamos oportunidade de nos ver na escola). Só no ano seguinte, no primeiro dia de aula consegui contata-la e descobri da forma mais dolorosa possível que não sentia mais nada por mim e me odiava pelo que fiz. Me senti péssima, por ainda à amar e pela situação em si, que não saía da minha cabeça. Tivemos só essa conversa e depois nos distanciamos novamente (por escolha dela). Lá pra junho do ano passado, ela começou a dar sinais de querer voltar a falar comigo, depois de longas conversas sobre esse assunto, finalmente nos entendemos, mas não totalmente da forma como gostaria. Ela disse novamente não me amar mais. Foi doloroso, mesmo já tendo ouvido-a dizer antes. Ela estava passando por momentos terríveis com a família. Não é uma pessoa tão fácil de lidar (a criação ajudou um pouco nisso), então falar com ela naquela época foi bem complicado. Queria ajudá-la mas ela não permitia que eu o fizesse. Arduamente fui conquistando a confiança dela, até que desabafava comigo e eu tentava ajudar da forma como podia. Aos poucos ela foi melhorando e fomos resgatando a amizade e por ainda nutrir sentimentos românticos por ela, as vezes dava umas cantadinhas bobas, mas as vezes sérias também (Claro que não no momento que ela estava fragilizada, mas sim nos de descontração, para deixar bem claro). Em setembro nos aproximamos mais e finalmente consegui com que ela demonstrasse gostar de mim da mesma forma que eu dela. Pouco tempo depois a família novamente descobriu a gente, da mesma forma que da outra vez, mas dessa, eu estava de certa forma mais forte. Bom, consegui conversar com a mãe dela sem demonstrar medo pelo menos. Chegamos à conclusão de que realmente não dava pra ficarmos próximas na escola. e em meio à isso tudo, pedi ela em namoro pela segunda vez. Dessa, não mantinhamos o contato de antes, muito raramente ficávamos juntas, já que ela era de outra turma. mas passando o tempo começamos à relaxar um pouquinho e passar ainda mais tempo juntas, sempre que podíamos, porém com mais cautela. Dessa vez, durou 2 meses e meio, de outubro à metade de janeiro. Ela terminou comigo de novo, não por deixar de sentir, mas eu estava passando por questões pessoais (que até hoje estou lidando, e que me incomoda bastante falar). Como ela além de namorada era minha melhor amiga, falei com ela por mensagem sobre o assunto, e depois de conversar, de um dia inteiro completamente estranho e nós indiferentes, eu por me sentir mal por estar daquele jeito, ela acredito que por não estar acreditando e por lamentar a situação, no fim do dia ela terminou tudo. Foi terrível pra mim, confesso que fiquei com raiva de certa forma, pois queria ela do meu lado para enfrentar aquilo, eu estava apavorada sem saber o que se passava direito na minha cabeça. Mas no fundo, por trás de tanto sentimento ruim, entendia que era direito dela. Era total direito dela decidir onde ficar e até onde pode aguentar também, nunca foi uma relação fácil, e não posso exigir de alguém o que eu faria dentro da relação sendo que somos pessoas diferentes. Ainda mantinhamos contato, mas de forma meio estranha, até que ela começou a demorar muito para responder e por fim, sumir por dois meses. No aniversário dela em maio, fiz um pdf com várias mensagens e desenhos (felizmente sou boa com desenhos) e mandei para o email dela, isso sem muita pretenção, apenas como forma de carinho. Depois de 7 dias me respondeu pedindo desculpas por não ter visto já que não olhava o email (algo totalmente válido pois também não olho hehe) e dizendo que se eu quisesse voltar a manter contato que gostaria. Voltamos a nos falar por outra rede, diferente da que nos falávamos antes, e foi tudo muito bem, ainda demorava para responder, mas não posso cobrar já que deve ter as ocupações dela, assim como tenho as minhas. Embora sempre dê aquele desapontamento e dúvida sobre ser "importante" ou não kkk. E à partir de agora voltamos ao que está acontecendo atualmente. (Estou resumindo o máximo que posso pra não ficar maior do que já está.) Há umas três semanas, em uma conversa casual ela perguntou brincando se eu ainda sentia o mesmo por ela, e eu muito envergonhada disse que sim. No outro dia, acordo com um texto dela (ela gosta muito de escrever) falando sobre amor, sobre estar apaixonada por alguém que sempre atrai ela de volta e por isso quer manter em segredo. Automaticamente me animei e fiquei profundamente feliz, "ela ainda me ama!" Pensei. E dessa vez sem eu mesma ter que correr atrás. Escrevi algo respondendo à ela e mandei uma letra de música que gostava muito pra que ela ouvisse. Ela disse que escreveu aquilo aleatoriamente, mas sabe quando você vê que a verdade não é aquilo que a pessoa diz? Enfim. Foram assim as últimas três semanas, com textos românticos que se encaixam perfeitamente na nossa história, respostas minhas, e mais textos que também mandava pra ela. Ela sempre respondia dizendo que ficaram muito bonitas as coisas que escrevi, e era o mesmo que eu dizia para os dela, obviamente direcionados para uma pessoa, mas que por conta da primeira fala dela de querer "manter em segredo" eu não entrava em detalhes, embora estivesse crente de que eram para mim. Textinho vai textinho vem, perguntei se o que ela escrevia era para alguém (Isso já confiante de mim, mas queria que "confessasse") depois de enrolar um pouco para falar, acabou dizendo e era o nome de outra garota :) Fiquei sem entender nada, não sabia como reagir. Me senti uma idiota por ter imaginado que era pra mim e ao mesmo não entendia como aquilo encaixava tanto em nós e em outra situação. Não conheço a menina, mas aparentemente não à corresponde, enfim. Me senti tão mal, principalmente por ter pensado que as coisas eram pra mim e ter descoberto de uma forma tão brusca. Fui conversar com ela para tentar esclarecer tudo e foi até bem rude ao responder. Disse que não via mais futuro em nós e não queria mais a confusão que era "estar comigo". Isso aconteceu ontem, e até agora não sai da minha cabeça. Dormi pensando nisso da mesma forma que acordei hoje e foi a primeira coisa que veio à cabeça. Não é a primeira vez que acontece situações que me deixam assim, em relação à ela. As vezes parece que estamos em um looping infinito sabe? Pois sempre passamos pelos mesmos momentos, desde os complicados, aos de investidas minhas e a "volta do amor" dela, que é algo que me deixa com muitas dúvidas por dentro, pois poxa, que amor é esse que eu preciso ir atrás? E sinceramente, isso me deixa com tantos questionamentos e angústias, eu realmente à amo, e me sinto uma idiota por isso. Eu odeio me sentir dessa forma sabe? As vezes odeio ser dessa forma. Me sinto idiota por ser tão intensa em ralação aos sentimentos, principalmente numa época em que isso é pouco levado em conta por muita gente. Ocorre um misto de emoções, angústia, tristeza... Por tudo que já aconteceu e pelo que estou sentindo agora. Tenho dúvidas reais sobre nosso fututo, não sei o que pode acontecer conosco, se podemos ficar juntas, ou se realmente estamos fadadas à seguir caminhos diferentes; e isso é uma das coisas que mais me apavora, não saber o que irá acontecer, se esse sentimento por ela vale realmente a pena ou estou apenas perdendo tempo em minha vida, numa coisa que não terá fundamento. Me sinto afogada nesse misto de sensações, sentimentos de amor e tristeza que não sei como fazer passar.
Não sei se alguém vai ler até o final porque realmente ficou enorme kkk, mas de qualquer forma já vale o desabafo. Não tenho ninguém para falar sobre isso
submitted by xDark0x to desabafos [link] [comments]


2020.07.01 07:00 keeponwalk1ng Só mais um desabafo sobre solidão

Eu só queria começar dizendo que não quero biscoito, eu só quero desabafar mesmo, porque está muito, muito, muito, muito foda. Tenho 25 anos e aos 20, fui visitar uma igreja e deu vontade de entrar, então larguei as amizades (não foi consciente, só aconteceu com o tempo) e fui pra igreja. Criei novas amizades na igreja e fui feliz pra caralho. 6 meses depois comecei a namorar, e foi quando começou a dar merda. Eu era (e sou) bem carente de carinho, e essa menina além de ser mais bonita do que qualquer pessoa que já tinha ficado, ela era extremamente carinhosa também. Grudenta mesmo, mas por ser carente, eu gostava. O negócio é que eu parei de viver por causa dela. Larguei os amigos da igreja também, porque ela me bastava. Foquei totalmente em estudar e trabalhar pra construir nossa casa e vivermos bem. Minha vida virou trabalhaestudar durante a semana, e sábado e domingo passar o dia inteiro com ela. Se você levar em conta que eu perdi meu emprego, estudava sozinho em casa, e saí da igreja, você vai perceber que minha vida era livros (de estudo) e ela. E eu não percebi. Só notei quando há 4 meses ela terminou comigo absolutamente do nada. Passamos o dia juntos, como sempre, tudo normal, a gente nem brigava. Nesse dia, por acaso, brigamos e acabou. 5 anos de namoro. Estava tudo certo pra noivarmos em Junho (no aniversário de 5 anos) e casarmos em Dezembro. A desculpa de término dela foi o clássico "não é você, sou eu". Disse que eu sou perfeito pra ela, que não tem a ver com eu estar desempregado (eu levantei a hipótese), nem com meu jeito, disse que nunca sentiu falta de NADA no nosso relacionamento, mas que relacionamentos são complicados e que ela não queria mais, e é isso. Abriu mão de uma vida comigo porque relacionamentos são complicados. A mãe dela passou uma semana me ligando porque dizia que ela só chorava o tempo todo. Eu fui ver ela, e falei que se ela precisava de um tempo, eu dava. Ela disse que não queria me "segurar", que sentia minha falta o tempo inteiro, mas que não queria voltar. É inexplicável. Eu pensei que ela só queria ficar com outras pessoas, mas se passaram 4 meses e ela não ficou com ninguém (eu ficaria sabendo pela irmã dela, não vou explicar porque não é importante, só é garantido que a irmã saberia e me contaria, confia). Ela inclusive apagou o Whatsapp dela só pra se afastar de grupos da igreja (eu saí, mas ela nunca saiu e isso não era problema, também levantei essa hipótese no término). A questão é que eu tenho 25 anos e tenho LITERALMENTE NADA. Eu até consegui marcar de sair com dois amigos de antigamente. Apresentei os dois no sábado, e nesse exato momento eles estão juntos bebendo sem mim. Nem se conheciam há 4 dias, e agora estão juntos e nem pensaram em me chamar. E eu não tenho mais ninguém. Os poucos matchs que consegui no Tinder não deram em nada, só tem gente louca lá, e mesmo removendo qualquer filtro, só querendo conhecer alguém, só consegui uma boa conversa que não deu em nada. Estou me sentindo pior que lixo, me perguntando o que eu tenho pra ninguém gostar de mim. Eu sou divertido, rio, brinco muito, bebo, danço, não desabafo assim com ninguém. Não reclamo de nada. Não vejo porque não consigo ter nem uma pessoa comigo. Eu tenho sonhos profissionais, mas zero energia pra persegui-los, e zero motivos também, porque não tenho nada. Não consigo me divertir vendo filmes, séries ou jogando, porque me sinto um solitário fracassado e odeio não ter ninguém pra conversar sobre nada. Nunca. O peso de não ter emprego está maior que nunca (entrego currículo há 3 anos, não vai ser na pandemia que vou achar). Penso que nunca vou ficar com nenhuma mulher tão bonita quanto minha ex, e julgando pelos matchs do Tinder, não vou mesmo. Não estou nem perto. Mas mesmo quando paro de olhar pra isso, as garotas nem me respondem. Meus amigos de antigamente estão todos casados e não vão sair comigo (chamei 1000x), fora esses 2 que falei, que acho que ficou claro que não gostam de mim. Eu não quero mais chamar eles porque não quero parecer mais carente que já sou, não quero que me chamem por pena, isso é foda! Se eles me quisesse perto, chamariam. Não chamaram porque não quiseram. Só que não tenho como conhecer mais ninguém. Estou tão triste que nem fome ou sono eu sinto, só choro o dia e noite toda. Apesar disso não estou com depressão. Eu sinto disposição e vontade de levantar, fazer as coisas, só não tenho o que ou com quem fazer. Simplesmente não tenho mais motivo pra fazer nada na minha vida, não tenho nada, não sou nada, e é isso.
submitted by keeponwalk1ng to desabafos [link] [comments]


2020.06.30 18:16 marvinpls achava que ter ranço de sogra era só meme

pois descobri que odeio a minha, AQUELA FILHA DA PUTA.
Aconteceu agora pouco mesmo. Estava sendo um dia feliz, apresentei meu TCC hoje e compartilhei esse momento único com a minha namorada. Foi super cedo e não tinha como chamar convidados de última hora, então liguei pra ela pra conversar sobre ideias diversas após a apresentação.
Fizemos mais ou menos 1hr e meia de call que, como qualquer casal feliz um com o outro, passara tão rápido quanto 10 minutos de conversa.
Ela trabalha bastante e não tem dinheiro pra quase nada. Parte do salário dela é pra pagar conta de casa ou as próprias contas dela, que são de necessidades mesmo. Se ela gasta 10 reais que só sobrou no mês, provavelmente é uma grana que vai fazer falta no próximo, e isso me deixa muito triste pois eu mesmo não consigo ajudar as vezes pq tb tô desempregado.
Ontem ela esqueceu o carregador do cel dela no job e precisaria ir hoje de manhã buscar pra conseguir trabalhar (ela dá aula de inglês online, as vezes presencial pois em casa a internet é instável) e parece que simplesmente a manhã legal que tivemos foi pro ralo quando a mãe dela começou a xingar e gritar com ela simplesmente por ela ter que ir no trabalho buscar o carregador. Fiquem com o diálogo exato de como começou:
(rola mais um pouco de gritaria)
e ela desligou a chamada.
Eu namoro essa menina tem 4 anos, isso aconteceu várias vezes na verdade. É bastante complexos pois, a mãe dela claramente tem problemas psicológicos. Não somente, mas o pai também, e ela meio que vive nesse inferno tentando agradar os dois e pagando as contas, mas não parece que há um mínimo de carinho recíproco. Ela tem uma situação muito difícil e os pais trabalham numa praça da cidade vendendo algumas coisinhas, mas devido ao corona, as vendas tão muito baixas.
Ela quer mudar de vida, eu quero mudar com ela também. Temos um sonho de morar junto o mais rápido possível pra nos livrarmos desse problema. Obviamente não é largar os pais, mas pelo menos manter distância desse comportamento tóxico que deixa ela cada vez mais pra baixo, e já afetou muitas áreas da vida dela e até mesmo no nosso relacionamento.
Enfim. SOGRA FILHA DA PUTA. Que ÓDIO. Isso sem falar o descaso dela com a filha. Eu e minha namorada juntamos nossos ingressos de cinema desde que nos conhecemos, é nosso "tesouro pessoal", e cês acreditam que a mulher já jogou "por engano" fora? Ela se arrependeu e catou do lixo depois... mas pra vcs verem que ela não tem respeito nenhum com mexer e remexer o quarto dela como bem entende, além de querer mandar em tudo, arrumar problema com qlqr coisa... Teve um dia que eu escutei 5m de gritaria pq minha namorada havia deixado a janela do banheiro aberta... Não era nem janela da sala que sei lá, poderia entrar mosquito (?) Era a porra da janela do BANHEIRO.
Minha mina é muito dedicada no que faz, cês tinham que ver ela dando aula pros pirralhinho online. Uma das melhores professoras que já vi sem enviesamento. Ela inclusive já foi orientada à diminuir a qualidade das aulas delas pois de acordo com a coordenação, "não precisava visto que você trabalha muito e precisa tá sempre fazendo muitas aulas, é melhor diminuir a qualidade dos slides/aula e passar algumas revisões pra que renda mais conteúdo". Infelizmente parece ser um fardo que vamos carregar por um tempo ainda, pois sem muitas previsões certas de sair de casa ainda.
Ah, ela tá com ideia de fazer aula particular, mas tem sido foda arrumar aluno. Ela já trabalha pra 2 curso de inglês mas pagam tão bem quanto 1 pastel e 1 caldo de cana.
Enfim, é isso.
submitted by marvinpls to desabafos [link] [comments]


2020.06.20 13:01 kamapu98 Não sei oq ser da vida , um desabafo sobre algumas coisas da minha vida

Eu literalmente não sei oq ser da vida! Curso direito e acho uma grande grande grande grande grande merda ( desculpas para os q gostam ). Enfim, eu não aguento mais ver aula online e fingir gostar da interação, era pior ainda antes de toda essa pandemia chegar na minha vida ( de todos né ) pq tinha que ir na faculdade e lá pqp cheio de playboy idiota e patty sertanejo do hb20 branco que gosta de aparecer e que te acha estranho por não querer socializar com eles. Mano namoral eu to só o ódio, minha família só tem bolsominion retardado e minha tia que mora comigo fica saindo de casa pra socializar com a célula da igreja evangélica dela ... sendo que tem minha avó que é obesa, diabética e hipertensa ... se ela pegar isso é bye bye e pqp minha tia uma imbecil me irrita pra krlh essa mulher não aprende sabe. Em 2018, eu bati no meu ex padrasto que é Policial ( porco fardado cof cof ) pq ele é extremamente abusivo com minha mãe, traía ela e isso foi no dia do meu aniversário. ( eu sei que eu errei batendo nele, fui pedi desculpas aí ele devolveu kkkkk aí o pau torou dnv) resumindo: esse cara é um porco fardado, policial corrupto de merda e eu sei de várias merdas que ele já fez pq minha mãe já me falou, ( tipo merda pesada, morte 💀 ) graças a Deus eu treino bjj e consegui não me sair mal na porrada, espero que ele morra namoral cara nojento traiu minha mãe até pela webcam... enfim, eu odeio minha faculdade, mas vou terminar pq só falta 1 ano, odeio esse meu ex padrasto ser humano nojento sujo faz de tudo pra ter oq quer ( sem falar um dia que eu peguei um atalho por uma quebrada pra ir pra facul e eu tava de carro, aí logo na entrada do beco tinha umas pedras, e quando eu fui entrando percebi uma viatura me seguindo com sirene desligada só na mutuca esperando eu entrar lá, mano se eu entro lá já era tlg era um baculejo que eu ia levar dele, era pra me pegar isso Ctz sério, não é paranoia eu vi o cara que tava dentro da viatura, só que eu vi de longe, e parecia muito com ele, só que eu sei a ré na hora e sai voado e eles ficaram só olhando ) e minha mãe tinha me avisado pra trocar de rota da faculdade pra casa pq ele poderia fazer algo sei lá né... enfim se um dia eu morrer foi esse filho da puta nojento, na mão não garante e quer me matar na troca de bala. Fraco. E ah essa quebrada tem tráfico e tals, bocadinha meio perigosa mas sempre peguei atalho por lá e nunca deu nada, mas depois desse dia nunca mais kkk e ah, a mamãe ficou do lado do cara e parei de falar com ela por um bom tempo, mas aí ela voltou a falar comigo e terminou com o cara. Pq ela terminou ? Pq ele não deixava de trair ela e ser extremamente tóxico abusivo krlh a 4 de coisa ruim. Mas mesmo voltando a falar com ela, eu não consigo gostar mais dela da mesma forma, ela fala que mudou mas continua a mesma pessoa homofóbica, minion com opniões ridículas sobre o Brasil e os brasileiros, tipo tão burra que parece meme, sem falar o preconceito com outras religiões que não sejam a dela que ela super “normal” ... e ela gosta de aparecer, é extremamente estressada, sempre que estar correta e não aceita um debate/diálogo ... tem opniões totalmente sem embasamentos científicos .. parece uma pinscher branca raivosa kkkk pqp eu já aceitei ela ser assim mas porra muito tóxica, amo ela mas pqp depois de tudo isso não consigo mais gostar dela ... e meu pai morreu de overdose ( ele lutou por anos contra o vício ) passei por tanta coisa tentando ajudar ele e ele perdeu essa batalha 🥺 nunca vou esquecer do meu melhor amigo .. que Deus o tenha. E por causa dessa morte dele, ela ( minha mãe ) já me falou tanta besteira sobre ele, que ele é vagabundo, doente, um filho da puta, ladrão , roubava dinheiro da tua avó pra comprar droga etc etc etc E ISSO EU ERA CRIANÇA MANO QUEM FALA ISSO PRA UMA CRIANÇA CARA! PQP! Uma hora ela fala bem e outra fala mal dele, o cara era uma pessoa incrível porém lutava contra uma doença, a dependência química ( não cheirem cocaína e fiquem longe de álcool pessoal , isso acabou com a vida de um homem e me traumatizou tanto que até hoje me pego pensando como seria se ele estivesse aqui) . Meh odeio isso .... pelo menos minha vida melhorou muito com a minha namorada ( já namoro tem 5 anos ) ela é incrível cara, linda, legal, me ajuda e me aconselha. Vou terminar essa faculdade, passar na Oab ( acho que não é difícil sabe, só que é muito chato mano odeio isso cara não me vejo advogando) eu queria ser artista ou pro de cs kkkkkkk não riam por favor, eu sou até bom no cs tenho quase 4 k de horas e comecei a jogar na GamersClub pra ver se consigo alguma coisa, porém a ficha caiu hoje que tenho que estudar mais e parei de assinar a plataforma e só volto a assinar quando atingir outros objetivos pessoais ( como passar na Oab). Vou começar a estudar mais, pra compensar a falta de um rola no Bjj eu comecei a malhar em casa mesmo ( parei com o treino por causa da covid e não quero passar isso pra minha avó , não saio de casa mano to com um cabelão playmobil kkk ) e quem sabe me engajar no mundo da música, faria música tipo a Ana Frango Elétrico ou Rage Against the machine ou até mesmo um rap como o Criolo, mas eu sou branco e branco no rap brasileiro é meio gosta né, os caras são tudo machista, tóxico e trata mulher como puta e gosta de pagar de bandido aparecendo em clipe com a parede de reboco kkk pelo amor de Deus isso é pior que branco que usa dread loiro é de foder tlg Mn . Desculpa esse texto todo errado, escrevi com sono é errado após pensar muito sobre a vida nessa madrugada ( já são 7 da manhã aqui kkk ) enfim tenho que agradecer por não passar fome, ter uma cama e um teto, fora ter a oportunidade de estudar e crescer na vida pq eu conheço gente que estudou comigo que trocou a caneta pela pistola 😔 foda tudo isso.
submitted by kamapu98 to desabafos [link] [comments]


2020.06.05 21:42 ssowon Queria que meu pai sumisse.

Bom, tudo começou a oito anos atrás quando meu pai (ainda casado com a minha mãe) teve um caso com outra mulher e acabou engravidando-a, foi nesse momento que a minha vida desmoronou de vez. Eu acabei descobrindo sobre isso por meio dos familiares do meu pai, que pensando bem eles foram uns babacas de dizer sobre isso na frente de uma criança inocente. Passou-se os anos e tudo ficou pior, meu pai e minha mãe não se divorciaram e vivem brigando por que meu pai não larga a amante dele, as brigas deles são tão feias que ele até chegou a bater nela algumas vezes, porém só descobri isso tempo depois que aconteceu. Uma das coisas que me deixa mais triste sobre isso tudo é que meu pai deseja que eu fique vendo e visitando o filho dele, e eu odeio isso porque eu sempre sinto que estou traindo minha mãe, mas me sentiria pior se ela descobrisse que essas visitas acontecem a anos. O garoto é um fofo e sempre diz que me ama, mas eu sinto um ódio involuntário pela mãe dele, eu nunca fui uma pessoa que é a favor de agressão e ao ódio, mas só de imaginar aquela mulher eu consigo chorar de raiva. Enfim, por causa disso acabei tendo problemas de confiança e de raiva, quando as brigas passaram a se intensificar a alguns anos atrás eu acabava machucando a mim mesma e a ter crises muito fortes, eu procurei uma psicóloga para conversar sobre isso e ela literalmente disse que eu não deveria me meter nos problemas dos meus pais, o que me causou muito desconforto pois passei a me achar uma idiota por "se meter no que não é meu". Estou no meu segundo namoro e não confio tão verdadeiramente nele, sinto que todas as pessoas vão me trair assim como meu pai fez com a minha mãe, e ele mora muito perto de onde meu irmão mora, tanto que na primeira vez que fui conhecer meus sogros meu pai me deixou sozinha na rua pra ir visitar a mulher e o filho, o que me deixou paranoica por que não quero que meu namorado descubra sobre isso, pois não quero que as pessoas sintam pena de mim. É errado eu desejar que meu irmão nunca tivesse nascido? também é errado eu desejar que meu pai simplesmente vá embora da minha vida? eu só queria que nada disso tivesse acontecido e que eu tivesse uma vida feliz.
submitted by ssowon to desabafos [link] [comments]


2020.06.04 21:31 lysguil Preciso de conselhos e analisem a situação pra mim por favor

Oi galera, eu queria pedir um conselho para vocês. É em relação a relacionamento e agradeço a quem puder me ajudar nessa, tá foda. Eu estou abrindo minha alma e coração nesse texto, direi toda a verdade
Primeiro me deixem contar algumas coisas sobre mim, isso pode ajudar a entender algumas das minhas ações. Isso não me exime de culpa, sei disso e não vou usar nada disso para me fazer de vítima ou pra me eximir de responsabilidades. Sei que a culpa foi toda minha.
Primeiro de tudo eu não sou um neurotipico. Não tenho autismo mas, embora minha família (meu pai mais precisamente) não tenha deixado que um diagnóstico fosse feito, ficou claro para todos desde criança que eu tinha algo. Eu odeio do fundo do coração o barulho. Odeio sons altos em geral, isso inclui música e por isso não consigo ficar muito tempo em festas. Para aguentar ficar em ambientes barulhentos eu preciso ficar bêbado e ainda assim é bastante incômodo.
A segunda coisa para se saber sobre mim é que sofri abuso sexual na infância. Foram duas mulheres diferentes, nenhuma delas da minha família. Nunca contei pra minha família e acho que nunca irei contar. Bom, não sei dizer como me sinto sobre isso. Acho que minha tara sexual tem a ver com isso. As vezes eu choro quando me lembro mas não sinto anda sobre. É normal isso? Enfim, eu não sei pq quanto isso me afetou. Sofri abuso até os 11 anos e para ser honesto, como homem eu não consigo falar sobre o que a segunda mulher fez comigo. É humilhante demais. Vou morrer e levar isso para o túmulo.
A terceira coisa que preciso contar é que fui diagnosticado com depressão ao 13 anos de idade. Eu era pequeno, magricelo e esquisito. Gostava de cards do Yu gi oh e fixar isolado na biblioteca da escola (Pq era um lugar silencioso), então da pra imaginar quanto bullying eu sofria. Enfim, a depressão me deixou quebrado e teve seus picos. Nessa época tive minha primeira tentativa de suicídio. Minha família nunca soube. No dia seguinte ainda fui pra escola, como se nada tivesse acontecido. Essa foi a primeira de uma série de tentativas.
Agora que já falei essas características eu vou começar a falar meu problema, peço perdão se ficar muito longo. Aos 16 anos eu tive uma namorada e ela morreu de câncer. Isso piorou meu quadro depressivo, eu fiquei agressivo e aprendi a resolver as coisas com violência. Tentei me matar mais algumas vezes e tava foda. Eu tomava tantos remédios para a depressão que ficava grogue, totalmente dopado meio hora depois de tomar. Minha mãe me fez parar, com o apoio da minha vó. Eu estava começando a superar a coisa quando minha vó, a pessoa que eu mais amava na vida, faleceu subitamente. Deus, acho que eu... Bom eu nem sei dizer o que eu sentia. Simplesmente não sei. Doeu mais do que tudo. Depois desse dia eu não conseguia chorar, não conseguia sentir. Fiquei anestesiado sabe? Meu psiquiatra falou UE eu estava num estado de "melancolia", onde eu não conseguia mais sentir felicidade. Eu poderia ficar alegre ou coisas do tipo mas verdadeira felicidade era impossível. Bom, foi foda. Eu tinha 17 na época.
Fiz amizade com uma garota aos 16, Melissa, ela fazia terapia em grupo comigo. Era meio patricinha mimada mas uma boa pessoa. A gente conversava e diziamos nossos planos um pro outro. Ela me ajudou a superar a barra da terapia. Quando eu tinha 18 e ainda estava sentindo o impacto da perda da minha vó, essa garota se matou. No mesmo dia ela pediu pra conversar comigo e eu não estava em casa para conversar (nos falávamos pelo facebook). Eu só fui saber sobre pelas postagens no Facebook dela. Eu não senti nada na hora, achei que não tinha em afetado, anos depois eu ia perceber o quanto me afetou.
Bom, eu segui minha vida. Comecei a faculdade de direito, minha mãe queria um filho juiz e eu tava no piloto automático. Só fui seguindo. Fiz pouco tempo do curso de direito e realmente não era pra mim. No começo de 2018 eu conheci uma garota pela internet. Ela tinha 15 e eu 19. Ela morava em uma cidade um tanto distante mas dentro do mesmo estado que eu moro e a gente começou a papear. Mano, eu garoto incrível! Sério, era maravilhosa demais. Eu vou resumir pra vocês a questão: Eu me assustei com ela, a depressão ainda estava forte e eu não sabia o que tava acontecendo. Por fim eu me afastei dela e e bloqueei no Facebook. Eu sei, sou um tremendo babaca.
Fiquei mais alguns meses na minha vida de merda e fui jogar habbo hotel. Eu sei, eu sei. Coisa de criança mas só queria sentir aquilo que eu sentia novamente quando tinha 11 anos e jogava RPGs no hotel. Não consegui claro. Eu cresci, o mundo mudou e não dá pra voltar a infância. No jogo uma garota conversou comigo, tinha 19 também e me pediu o insta pra conversar. Eu fui e fiz um insta com a intenção de papear um pouco. A partir daqui eu me torno o monstro. De verdade. A garota tinha depressão também e me falava sobre os problemas dela mas também puxada uns assuntos mais sexuais. Não sexuais entre eu e ela, ela só contava como eram as transas dela e eu perguntava uma coisa ou outra sobre as minhas. Eu contava na boa. E os meses foram passando. Eu era um homem quebrado servindo de confidente pra uma garota aleatória da internet.
Eu desbloqueei a garota do começo do ano e voltamos a nos falar. Ela era legal, alegre, bonita e maravilhosa. E ela gostava de mim! Deus do céu ela gostava de mim! Eu também gostava dela. Eu contei algumas mentiras sobre mim pra ela, pra impressionar um pouco mas sempre disse "eu sou um homem quebrado", eu falava que minha cabeça tava toda ferrada o tempo todo pra ela. Ela disse que não se importava e me pedia para ir vê-la na cidade dela. Eu pensava em ir, fazia de tudo para ir... e na última hora eu dava para trás. Não conseguia ir. A minha vida de amar a distância e ser confidente seguiu até o final do ano de 2018. No ano novo eu tomei uma decisão: ia pedir a garota da outra cidade em namoro. Eu pedi e ela aceitou. Ok, vão me chamar de gado e tudo bem. Eu estava na casa de praia que minha mãe tinha comprado e pretendia visitar a garota assim que voltasse.
Quando voltei veio a notícia: Eu tinha conseguido a vaga em gastronomia! Era a porra do meu sonho ali! Fui correr atrás de documentos, matrícula, uniforme e material. Nisso passou algumas semanas e como não fui ver a garota ela terminou comigo e me falou que eu tava fazendo ela de trouxa de novo (ela sentia que eu tinha feito ela de trouxa em 2018 inteiro). Depois de uma semana ela veio falar comigo e minhas aulas já estavam começando. Demorei um mês para conseguir ir vê-la e quando cheguei lá... Ela era divina. Maravilhosa. Eu tive que esperar ela na rodoviária e pensei que tinha caído em alguma pegadinha kkkkk mas ela veio e eu fiquei muito feliz. A gente foi no shopping, assistiu um filme e ela me convenceu a passar a noite na casa dela. Dormir na sala claro, os pais dela concordaram. Não vou mentir: agi cono um idiota nesse dia. A depressão e a irritabilidade me faziam ser muito imbecil e babaca (eu me envergonho e me arrependo muito disso hoje).
Bom, nessa época não estávamos namorando e eu dizia que não ia pedir ela em namoro (tava com orgulho ferido por ela ter terminado comigo). Um dia ela me falou tava com dor e ficou o dia todo sem me responder mais. Mano, eu morri de preocupação! Fiquei desesperado. Quando ela finalmente leu minhas mensagens eu pedi ela em namoro. Joguei o orgulho de lado e pedi em namoro a mulher que eu amava. Bem, Eu fui ver ela mais vezes, no aniversário de 17 dela e outros. Enfim, seguindo adiante.
Bom, lembra da mina da internet? Então. A gente continuava conversando sempre mas ela tava cada vez mais deprimida e mais dependente emocionalmente de mim. Ela me contava as coisas e eu só ouvia agora, ela falava bastante de sexo e afins. Sei que era errado com minha namorada mas é aí que entra a Melissa na história: foi nisso que a morte dela me afetou, eu não conseguia deixar outra pessoa na mão. Eu sei como a depressão dói, como família pode ser tóxica para nós e não conseguia deixar ela de lado. Eu errei e fui fraco e deixei a situação continuar assim. Um dia o Instagram dessa garota foi hackeado e ela achou que foi eu por algum motivo. Ela foi atrás da minha namorada, que eu já tinha dito o nome, e falou que eu namorava ela virtualmente, eu era um perseguidor e não sei mais o que. Eu realmente não sei tudo que ela disse. Eu expliquei pra minha namorada e tudo mais, que era por causa da depressão da garota e que eu não conseguia deixar de lado. Disso que não tinha nada com ela. Bom, eu não estou me justificando e minha namorada terminou comigo. Com razão ela. Eu fui um idiota, um merda, um babaca completo.
Eu implorei muito uma chance e tals e por fim ela me perdoou. Não voltou a como era antes mas me perdoou. Tá ficando muito grande então vou resumir essa parte. Eu fiz merda de novo.
Tinha uma amiga do Rio de Janeiro que gosta de flertar e mesmo eu não dando abertura ela falou que queria transar comigo na praia tomando vinho. Eu cortei esse papo e tals. Numa outra conversa eu tava falando merda, contando vantagem como homem idiota costuma fazer. Falei que tinha pego várias garotas de um outro curso da minha faculdade (mentira que homem conta) para essa amiga. Bom, minha namorada viajou comigo e olhou minhas conversas no celular enquanto eu dormia. Aí ela terminou comigo de vez no começo do ano passado.
Eu sei, a culpa é minha e só minha. Não vou justificar essas atitudes com minhas doenças ou algo do tipo. Erro só meu. Eu expliquei pra minha ex namorada e pedi a ela pra poder tentar reconquistar ela. Ela concordou e eu fiquei tentando, mostrando que podia ser mais atencioso e que podia mudar. Ela começou a ficar com um carinha e eu com uma mina,mas eu continuava tentando e ela me deixava tentar. Uma dia ela decidiu que não era mais pra eu tentar, que me amava mas que não valia mais a pena. Eu queria continuar tentando. Discutimos muito mas eu por fim aceitei.
Ela quis manter a amizade e eu concordei. Só que meu conceito de amizade e o dela diferem muito e isso causa muitos atritos. Ela disse que não me ama mais, algumas atitudes dela me dizem que ela ama (eu li diversos livros de psicologia e sobre relacionamento e eles apontam as atitudes dela como amor). A última coisa que aconteceu foi uma que me magoou de um jeito estranho.
A poucos dias eu tive um desmaio (tenho algumas problemas de saúde) e cai da laje da minha casa. Quebrei um braço e tals. Quando postei nos stories de whats que tava quebrado ela perguntou se eu tinha sido atropelado e eu falei que não, que cai da laje. Ela fez uma brincadeira dizendo basicamente "podia ter morrido né" só que desejando minha morte. Eu sei que foi uma brincadeira mas me doeu muito. Pq ela sabe que já tentei me matar 15 vezes, inclusive uma esse ano. Eu esqueci de contar lá em cima mas minha melancolia foi embora. Eu tô meio que curado disso e tô sentindo prazer em viver de novo. Ela fez essa brincadeira e me doeu demais, demais mesmo. Eu falei pra ela algumas merdas e ela me chamou de dramático (ela diz isso sempre que eu reclamo de algo, talvez eu seja mesmo) e isso doeu ainda mais. Eu sinto que toda vez que reclamo com ela sobre como as atitudes dela me machucam ela me chama de dramático e menospreza minha dor.
Esse ano ela veio me falar que tava com princípio de depressão e eu conversava com ela sempre que ela precisava, eu só precisei conversar uma vez e ela disse que não queria conversar. Bom, eu me senti mal com isso. Foi ali que vi que nossos padrões de amizade são diferentes.
Enfim, essa última brincadeira que me matou. Vocês vão perguntar pq a gente não se bloqueia e se esquece. A resposta é: eu não sei. Eu sei que amo muito ela e acredito que ela me ama. Depois da briga ela me bloqueou e horas depois me desbloqueou (mas excluiu meu número segundo ela). Eu queria alguns conselhos, opiniões e que analisem a minha história e me digam o que pensam sobre tudo. Sobre tudo mesmo!por favor, ajudem esse idiota que fez tudo errado na vida
submitted by lysguil to desabafos [link] [comments]


2020.06.04 19:02 lysguil Preciso de um conselho ou dois

Oi galera, eu queria pedir um conselho para vocês. É em relação a relacionamento e agradeço a quem puder me ajudar nessa, tá foda.
Primeiro me deixem contar algumas coisas sobre mim, isso pode ajudar a entender algumas das minhas ações. Isso não me exime de culpa, sei disso e não vou usar nada disso para me fazer de vítima ou pra me eximir de responsabilidades. Sei que a culpa foi toda minha.
Primeiro de tudo eu não sou um neurotipico. Não tenho autismo mas, embora minha família (meu pai mais precisamente) não tenha deixado que um diagnóstico fosse feito, ficou claro para todos desde criança que eu tinha algo. Eu odeio do fundo do coração o barulho. Odeio sons altos em geral, isso inclui música e por isso não consigo ficar muito tempo em festas. Para aguentar ficar em ambientes barulhentos eu preciso ficar bêbado e ainda assim é bastante incômodo.
A segunda coisa para se saber sobre mim é que sofri abuso sexual na infância. Foram duas mulheres diferentes, nenhuma delas da minha família. Nunca contei pra minha família e acho que nunca irei contar. Bom, não sei dizer como me sinto sobre isso. Acho que minha tara sexual tem a ver com isso. As vezes eu choro quando me lembro mas não sinto anda sobre. É normal isso? Enfim, eu não sei pq quanto isso me afetou. Sofri abuso até os 11 anos e para ser honesto, como homem eu não consigo falar sobre o que a segunda mulher fez comigo. É humilhante demais. Vou morrer e levar isso para o túmulo.
A terceira coisa que preciso contar é que fui diagnosticado com depressão ao 13 anos de idade. Eu era pequeno, magricelo e esquisito. Gostava de cards do Yu gi oh e fixar isolado na biblioteca da escola (Pq era um lugar silencioso), então da pra imaginar quanto bullying eu sofria. Enfim, a depressão me deixou quebrado e teve seus picos. Nessa época tive minha primeira tentativa de suicídio. Minha família nunca soube. No dia seguinte ainda fui pra escola, como se nada tivesse acontecido. Essa foi a primeira de uma série de tentativas.
Agora que já falei essas características eu vou começar a falar meu problema, peço perdão se ficar muito longo. Aos 16 anos eu tive uma namorada e ela morreu de câncer. Isso piorou meu quadro depressivo, eu fiquei agressivo e aprendi a resolver as coisas com violência. Tentei me matar mais algumas vezes e tava foda. Eu tomava tantos remédios para a depressão que ficava grogue, totalmente dopado meio hora depois de tomar. Minha mãe me fez parar, com o apoio da minha vó. Eu estava começando a superar a coisa quando minha vó, a pessoa que eu mais amava na vida, faleceu subitamente. Deus, acho que eu... Bom eu nem sei dizer o que eu sentia. Simplesmente não sei. Doeu mais do que tudo. Depois desse dia eu não conseguia chorar, não conseguia sentir. Fiquei anestesiado sabe? Meu psiquiatra falou UE eu estava num estado de "melancolia", onde eu não conseguia mais sentir felicidade. Eu poderia ficar alegre ou coisas do tipo mas verdadeira felicidade era impossível. Bom, foi foda. Eu tinha 17 na época.
Fiz amizade com uma garota aos 16, Melissa, ela fazia terapia em grupo comigo. Era meio patricinha mimada mas uma boa pessoa. A gente conversava e diziamos nossos planos um pro outro. Ela me ajudou a superar a barra da terapia. Quando eu tinha 18 e ainda estava sentindo o impacto da perda da minha vó, essa garota se matou. No mesmo dia ela pediu pra conversar comigo e eu não estava em casa para conversar (nos falávamos pelo facebook). Eu só fui saber sobre pelas postagens no Facebook dela. Eu não senti nada na hora, achei que não tinha em afetado, anos depois eu ia perceber o quanto me afetou.
Bom, eu segui minha vida. Comecei a faculdade de direito, minha mãe queria um filho juiz e eu tava no piloto automático. Só fui seguindo. Fiz pouco tempo do curso de direito e realmente não era pra mim. No começo de 2018 eu conheci uma garota pela internet. Ela tinha 15 e eu 19. Ela morava em uma cidade um tanto distante mas dentro do mesmo estado que eu moro e a gente começou a papear. Mano, eu garoto incrível! Sério, era maravilhosa demais. Eu vou resumir pra vocês a questão: Eu me assustei com ela, a depressão ainda estava forte e eu não sabia o que tava acontecendo. Por fim eu me afastei dela e e bloqueei no Facebook. Eu sei, sou um tremendo babaca.
Fiquei mais alguns meses na minha vida de merda e fui jogar habbo hotel. Eu sei, eu sei. Coisa de criança mas só queria sentir aquilo que eu sentia novamente quando tinha 11 anos e jogava RPGs no hotel. Não consegui claro. Eu cresci, o mundo mudou e não dá pra voltar a infância. No jogo uma garota conversou comigo, tinha 19 também e me pediu o insta pra conversar. Eu fui e fiz um insta com a intenção de papear um pouco. A partir daqui eu me torno o monstro. De verdade. A garota tinha depressão também e me falava sobre os problemas dela mas também puxada uns assuntos mais sexuais. Não sexuais entre eu e ela, ela só contava como eram as transas dela e eu perguntava uma coisa ou outra sobre as minhas. Eu contava na boa. E os meses foram passando. Eu era um homem quebrado servindo de confidente pra uma garota aleatória da internet.
Eu desbloqueei a garota do começo do ano e voltamos a nos falar. Ela era legal, alegre, bonita e maravilhosa. E ela gostava de mim! Deus do céu ela gostava de mim! Eu também gostava dela. Eu contei algumas mentiras sobre mim pra ela, pra impressionar um pouco mas sempre disse "eu sou um homem quebrado", eu falava que minha cabeça tava toda ferrada o tempo todo pra ela. Ela disse que não se importava e me pedia para ir vê-la na cidade dela. Eu pensava em ir, fazia de tudo para ir... e na última hora eu dava para trás. Não conseguia ir. A minha vida de amar a distância e ser confidente seguiu até o final do ano de 2018. No ano novo eu tomei uma decisão: ia pedir a garota da outra cidade em namoro. Eu pedi e ela aceitou. Ok, vão me chamar de gado e tudo bem. Eu estava na casa de praia que minha mãe tinha comprado e pretendia visitar a garota assim que voltasse.
Quando voltei veio a notícia: Eu tinha conseguido a vaga em gastronomia! Era a porra do meu sonho ali! Fui correr atrás de documentos, matrícula, uniforme e material. Nisso passou algumas semanas e como não fui ver a garota ela terminou comigo e me falou que eu tava fazendo ela de trouxa de novo (ela sentia que eu tinha feito ela de trouxa em 2018 inteiro). Depois de uma semana ela veio falar comigo e minhas aulas já estavam começando. Demorei um mês para conseguir ir vê-la e quando cheguei lá... Ela era divina. Maravilhosa. Eu tive que esperar ela na rodoviária e pensei que tinha caído em alguma pegadinha kkkkk mas ela veio e eu fiquei muito feliz. A gente foi no shopping, assistiu um filme e ela me convenceu a passar a noite na casa dela. Dormir na sala claro, os pais dela concordaram. Não vou mentir: agi cono um idiota nesse dia. A depressão e a irritabilidade me faziam ser muito imbecil e babaca (eu me envergonho e me arrependo muito disso hoje).
Bom, nessa época não estávamos namorando e eu dizia que não ia pedir ela em namoro (tava com orgulho ferido por ela ter terminado comigo). Um dia ela me falou tava com dor e ficou o dia todo sem me responder mais. Mano, eu morri de preocupação! Fiquei desesperado. Quando ela finalmente leu minhas mensagens eu pedi ela em namoro. Joguei o orgulho de lado e pedi em namoro a mulher que eu amava. Bem, Eu fui ver ela mais vezes, no aniversário de 17 dela e outros. Enfim, seguindo adiante.
Bom, lembra da mina da internet? Então. A gente continuava conversando sempre mas ela tava cada vez mais deprimida e mais dependente emocionalmente de mim. Ela me contava as coisas e eu só ouvia agora, ela falava bastante de sexo e afins. Sei que era errado com minha namorada mas é aí que entra a Melissa na história: foi nisso que a morte dela me afetou, eu não conseguia deixar outra pessoa na mão. Eu sei como a depressão dói, como família pode ser tóxica para nós e não conseguia deixar ela de lado. Eu errei e fui fraco e deixei a situação continuar assim. Um dia o Instagram dessa garota foi hackeado e ela achou que foi eu por algum motivo. Ela foi atrás da minha namorada, que eu já tinha dito o nome, e falou que eu namorava ela virtualmente, eu era um perseguidor e não sei mais o que. Eu realmente não sei tudo que ela disse. Eu expliquei pra minha namorada e tudo mais, que era por causa da depressão da garota e que eu não conseguia deixar de lado. Disso que não tinha nada com ela. Bom, eu não estou me justificando e minha namorada terminou comigo. Com razão ela. Eu fui um idiota, um merda, um babaca completo.
Eu implorei muito uma chance e tals e por fim ela me perdoou. Não voltou a como era antes mas me perdoou. Tá ficando muito grande então vou resumir essa parte. Eu fiz merda de novo.
Tinha uma amiga do Rio de Janeiro que gosta de flertar e mesmo eu não dando abertura ela falou que queria transar comigo na praia tomando vinho. Eu cortei esse papo e tals. Numa outra conversa eu tava falando merda, contando vantagem como homem idiota costuma fazer. Falei que tinha pego várias garotas de um outro curso da minha faculdade (mentira que homem conta) para essa amiga. Bom, minha namorada viajou comigo e olhou minhas conversas no celular enquanto eu dormia. Aí ela terminou comigo de vez no começo do ano passado.
Eu sei, a culpa é minha e só minha. Não vou justificar essas atitudes com minhas doenças ou algo do tipo. Erro só meu. Eu expliquei pra minha ex namorada e pedi a ela pra poder tentar reconquistar ela. Ela concordou e eu fiquei tentando, mostrando que podia ser mais atencioso e que podia mudar. Ela começou a ficar com um carinha e eu com uma mina,mas eu continuava tentando e ela me deixava tentar. Uma dia ela decidiu que não era mais pra eu tentar, que me amava mas que não valia mais a pena. Eu queria continuar tentando. Discutimos muito mas eu por fim aceitei.
Ela quis manter a amizade e eu concordei. Só que meu conceito de amizade e o dela diferem muito e isso causa muitos atritos. Ela disse que não me ama mais, algumas atitudes dela me dizem que ela ama (eu li diversos livros de psicologia e sobre relacionamento e eles apontam as atitudes dela como amor). A última coisa que aconteceu foi uma que me magoou de um jeito estranho.
A poucos dias eu tive um desmaio (tenho algumas problemas de saúde) e cai da laje da minha casa. Quebrei um braço e tals. Quando postei nos stories de whats que tava quebrado ela perguntou se eu tinha sido atropelado e eu falei que não, que cai da laje. Ela fez uma brincadeira dizendo basicamente "podia ter morrido né" só que desejando minha morte. Eu sei que foi uma brincadeira mas me doeu muito. Pq ela sabe que já tentei me matar 15 vezes, inclusive uma esse ano. Eu esqueci de contar lá em cima mas minha melancolia foi embora. Eu tô meio que curado disso e tô sentindo prazer em viver de novo. Ela fez essa brincadeira e me doeu demais, demais mesmo. Eu falei pra ela algumas merdas e ela me chamou de dramático (ela diz isso sempre que eu reclamo de algo, talvez eu seja mesmo) e isso doeu ainda mais. Eu sinto que toda vez que reclamo com ela sobre como as atitudes dela me machucam ela me chama de dramático e menospreza minha dor.
Esse ano ela veio me falar que tava com princípio de depressão e eu conversava com ela sempre que ela precisava, eu só precisei conversar uma vez e ela disse que não queria conversar. Bom, eu me senti mal com isso. Foi ali que vi que nossos padrões de amizade são diferentes.
Enfim, essa última brincadeira que me matou. Vocês vão perguntar pq a gente não se bloqueia e se esquece. A resposta é: eu não sei. Eu sei que amo muito ela e acredito que ela me ama. Depois da briga ela me bloqueou e horas depois me desbloqueou (mas excluiu meu número segundo ela). Eu queria alguns conselhos, opiniões e que analisem a minha história e me digam o que pensam sobre tudo. Sobre tudo mesmo!por favor, ajudem esse idiota que fez tudo errado na vida
submitted by lysguil to brasilivre [link] [comments]


2020.03.07 19:59 Heya2x Como superar?

Ontem a garota que amo rompeu comigo. Bem, o motivo é simples, o problema não foi nada tão sério... tipo
Estávamos tentando algo a distância, e eu meio que estraguei tudo por não demonstrar tanto, e também por ser alguém distante.
(Não vivo de namoros virtuais, só pra deixar bem claro. Ela foi a primeira pessoa por quem eu realmente senti algo, e tentei algo sério. Não sou nenhum namorador por ser bastante seletivo. No fim, não me importo muito com essas coisas de ser a distância)
Acredito que ela também tenha culpa por não ter me dado "caminho" pra tomar atitudes, pra falar sobre mim...
Mas eu não demonstrava todo o afeto que eu sentia por ela, sempre demonstrava de forma sutil. Então ela está certa nesse ponto.
No fim, eu disse pra ela que esse meu cuidado na hora de demonstrar meus sentimentos se devia a um relacionamento passado que tive, onde fui trouxa.
É uma pena... Estamos dando tempo um pro outro para tentarmos amizade, nos damos muito bem afinal.
Acontece que eu nunca gostei tanto de alguém... Sou sapiossexual e demissexual, eu só me envolveria com uma garota se sentisse uma conexão mental, e depois emocional.
Hoje em dia as pessoas são tóxicas, e consequentemente vão haver garotas tóxicas também.
Tenho medo de me envolver com essas. Pois sou bastante simples, odeio esses lances de ideologias, sabem?
Quero alguém que não viva imersa à essas coisas.
Sinto que vou morrer sozinho.
Eu gostaria de saber o que as garotas dessa minha geração pensam sobre.
Podem me fazer perguntas, responderei com prazer.
Minha preferência para respostas são de garotas, mas os rapazes também podem tentar me ajudar.
Agradecido pela sua atenção.
submitted by Heya2x to desabafos [link] [comments]


2020.02.19 11:39 ogro-mon Meu trabalho me faz mal e não tenho saída

Sempre estudei para concursos. Não consegui passar em nada e comecei a trabalhar, até pela questão da idade (31 anos) e pressões como casar e ter uma familia.
Mas meu Deus.... eu odeio meu trabalho. Com todas as fibras do meu corpo. Atender clientes, trabalhar com ramos do direito que não gosto. Passo o dia frustrado e com raiva. Chego em casa frustrado e com raiva. Durmo e acordo frustrado e com raiva.
Me afastei do convivio com meus pais... Praticamente chego em casa e só dou "boa noite". Minha namorada não entende meu momento e toda vez que tento conversar sobre ela me fala coisas que eu já cansei de explicar o por quê de não se aplicarem ao meu caso.
Passei a noite passada toda mal. Penso em suicidio o tempo todo. Penso em terminar meu namoro. Penso em sair do escritório mas tenho medo de não encontrar mais nada ou de o que eu encontrar seja igual ao atual.
Me vejo muito sem saída, sem esperança, triste, sem fome, sem vontade de fazer nada.
submitted by ogro-mon to desabafos [link] [comments]


2020.02.01 05:26 SD_Miguel2000 Estraguei a vida de uma garota...

Por quase dois dois tive um relacionamento com uma garota,nos primeiros meses era ótimo nosso relacionamento,conversávamos sobre tudo. Mas eu não sei... de uns tempos depois vi que fomos se distanciando e tínhamos muitas brigas,e o amor que sentíamos lá no início foi virando algo possessivo,mais não sentíamos mais amor e sim apego(Na minha parte)... E infelizmente eu que estraguei nosso namoro...Eu não gostava que ela saísse com amigos dela,pq achava que ela ia se divertir mais com eles do que cmg(eu sei...é doentio,Mas era nosso primeiro namoro e eu tinha medo de perdê-la)...e com isso tínhamos várias brigas,até que chegou num ponto que ela só estava cmg a força sabe? Sentia que ela não queria mais,mas eu fui egoísta e insisti,até que em dezembro de 2019 terminamos,eu não aceitei muito bem o término,mas pelo que vi ela aceitou,pq depois de umas semanas ela estava namorando com um amigo dela,e eu não sabia disso,só fui saber depois de um tempo de término, e quando ela me falou ela me falou de um jeito que sla me machucou muito,e fiz uma merda que foi xingar ela de tudo quanto é coisa.... sei que fui imaturo e sei que não tínhamos mais nada,uma parte de mim tinha aceito e outra parte não. Eu ainda sonhava que íamos voltar kk,eu ainda amava aquela garota mas ela não sentia mais o mesmo por mim,eu fui trouxa,eu tinha tantas oportunidades de melhorar e consertar tudo enquanto ainda dava, mas não, eu deixei meu orgulho falar mais alto falando" tá tudo bem,não tem que mudar",mas eu tinha.... Aí depois daquela minha crise de ciúmes eu bloqueei ela,e ficou por assim por um tempo,até q eu não aguento e desbloqueio ela e mando mensagem(isso aconteceu várias vezes) até que ela me fala ela fez de tudo pra eu melhorar,pra eu me sentir bem,pra vivermos bem juntos,ela lutou por quase dois anos pra me ver bem,mas o trouxa aqui não mudava nunca.... ela sempre avisava que não sabia mais oq fazer pra me ver bem.... E eu não prestava atenção porque estava ocupado demais preocupado com meu orgulho....Eu me odeio muito,pq perdi uma garota que me amou de verdade e me apoiou em tudo,e perdi ela por um erro meu,que eu deveria ter mudado... as últimas palavras que ela me disse antes de me bloquear foi," não quero mais falar com você, não me mande mais mensagens,porque sempre q vc volta vc me dá um jeito de me magoar,você estragou minha vida"..... Eu só queria ter uma oportunidade de pedir perdão a ela...me arrependo tanto de muita coisa....quando ela precisou de ajuda ou precisou desabafar e escutar um "vai ficar tudo bem", eu não ajudei ela pq eu achava que meus problemas era maiores que o dela.... Eu sei que vão me achar um babaca eu sei,também acho que sou um babaca,mas.....fiz uma pessoa que me amou de verdade,me odiar pra sempre... fui um monstro pra ela,e se eu tivesse uma oportunidade de dizer que eu me arrependo pra ela,de me desculpar,eu ficaria feliz...Ou ao menos tiraria esse peso de mim,eu nunca irei me perdoar pelo oq fiz pra ela...por minha culpa ela se afastou de amigos e de familiares...ela estava infeliz e eu nunca prestei atenção nisso..... foi o pior primeiro namoro que nós pudemos ter...e preciso .melhorar muito,porque conheci outra garota e não quero magoar ela é estragar a vida dela,então vcs acham que devo seguir esse meu novo relacionamento ou não?
Ps:Eu sei que fui um babaca reconheço isso!
submitted by SD_Miguel2000 to desabafos [link] [comments]